Suspeito de matar policial militar em tiroteio é denunciado por latrocínio

sábado, 17 de junho de 2017 às 09:36
Multidão de curiosos ao redor do local do crime (Foto: Divulgação)

O suspeito de matar o policial militar Jandres Alves Bezerra durante uma troca de tiros em Araguaína, norte do Tocantins, foi denunciado pelo Ministério Público Estadual (MPE). Ele está sendo acusado pelos crimes de latrocínio, roubo seguido de morte, e tentativa de homicídio contra as demais pessoas que estavam no local.

O crime aconteceu durante um assalto em um correspondente bancário no centro da cidade, no último mês de maio. O policial estava fora de serviço, mas reagiu ao assalto. O padeiro suspeito de envolvimento crime foi detido em Canto dos Buritis (PI) pela Polícia Civil do Piauí por porte ilegal de arma de fogo.

Conforme a Secretaria de Segurança Pública, o suspeito confessou envolvimento na morte. Se condenado, o acusado pode pegar até 30 anos de prisão.

Um segundo suspeito que também participou do assalto e trocou tiros com o policial morreu no mesmo dia do crime, durante confronto com a Polícia Militar.

Entenda

Um policial militar foi morto na tarde de 12 de maio em Araguaína, norte do Tocantins, durante uma troca de tiros na porta de um correspondente bancário. Jandres Alves Bezerra, de 43 anos, trabalhava na Polícia Militar Ambiental e reagiu a um assalto. Outras duas pessoas ficaram feridas.

O crime foi registrado por volta das 15h30, na avenida Ademar Vicente. O policial foi atingido por vários disparos e morreu no local. De acordo com a PM, o policial estava na fila esperando para ser atendido quando os criminosos chegaram.

-- Publicidade --

Comentários no Facebook