Escola Augustinópolis realiza primeira Chá Literário

sexta-feira, 1 de dezembro de 2017 às 15:59
Foto: Paulo Palmares/ VB

Foi com o objetivo de despertar o gosto pela leitura literária na escola e na família, que a professora de português da Escola Estadual Girassol de Tempo Integral Augustinópolis, Quitéria Alcântara, desenvolveu com os alunos dos 8º anos na disciplina de língua portuguesa o projeto “Chá com Poesia – 1ª Sarau Literário ”. Quitéria, discorreu sobre o amor que sente pela profissão e que o projeto também tem como finalidade fazer os alunos brilharem durante o evento. “Hoje estes alunos serão estrelas e esperamos que continuem brilhando na escola, em suas casas e na vida afora”. Finalizou dizendo; “ainda não estou cansada de ser professora”.

Quem também demostrou entusiasmo que projeto foi o professor Hédio Silva

O momento reuniu estudantes, professores, famílias, que na maioria das apresentações tiveram seus olhos atentos e o silêncio tomou conta do ambiente mostrando que o assunto é muito interessante e merece novas edições. A abertura aconteceu com a professora Edna Alves da Silva abriu o sarau declamando “Vida”, poesia de autoria de Augusto Branco.

Durante o evento foram realizadas leituras dos poemas de nome consagrados da literatura poética brasileira, como Calos Drummond de Andrade, Vinicius de Moraes, Cecília Meirelles, Mario Quintana, Cora Coralina, entre outros. Os alunos foram convidados a fazer a interpretação das poesias e, durante as apresentações se manifestarem de forma criativa e artística.

Arrow
Arrow
ArrowArrow
Slider

Leia abaixo textos apresentados no Chá Literário

Vida

Já perdoei erros quase imperdoáveis,
tentei substituir pessoas insubstituíveis
e esquecer pessoas inesquecíveis.

Já fiz coisas por impulso,
já me decepcionei com pessoas
que eu nunca pensei que iriam me decepcionar,
mas também já decepcionei alguém.

Já abracei pra proteger,
já dei risada quando não podia,
fiz amigos eternos,
e amigos que eu nunca mais vi.

Amei e fui amado,
mas também já fui rejeitado,
fui amado e não amei.

Já gritei e pulei de tanta felicidade,
já vivi de amor e fiz juras eternas,
e quebrei a cara muitas vezes!

Já chorei ouvindo música e vendo fotos,
já liguei só para escutar uma voz,
me apaixonei por um sorriso,
já pensei que fosse morrer de tanta saudade
e tive medo de perder alguém especial (e acabei perdendo).

Mas vivi!
E ainda vivo!
Não passo pela vida.
E você também não deveria passar!

Viva!!

Bom mesmo é ir à luta com determinação,
abraçar a vida com paixão,
perder com classe
e vencer com ousadia,
porque o mundo pertence a quem se atreve
e a vida é muito para ser insignificante.

-- Publicidade --

Comentários no Facebook