Estudantes da rede pública estadual fazem provas do Sistema de Avaliação do Estado do Tocantins

quarta-feira, 18 de maio de 2022 às 16:27
90 Visualizações
Alunos da Escola Estadual Santa Fé no segundo dia de provas do Saeto. – Foto: Marcio Vieira/Governo do Estado

TOCANTINS – Estudantes da rede estadual de ensino estão sendo avaliados pelo Sistema de Avaliação da Educação do Estado do Tocantins (Saeto) nos dias 17 e 18 de maio. O objetivo é avaliar a qualidade do ensino-aprendizagem na educação básica, considerando a defasagem provocada pela pandemia da Covid-19. O resultado das provas servirá como indicador para nortear as ações do Programa de Recomposição das Aprendizagens (Recomeçar), idealizado pela Secretaria da Educação (Seduc).

A avaliação está sendo aplicada em todas as unidades da rede estadual do Tocantins para os alunos do 3º ao 9º ano do ensino fundamental e de todas as séries do ensino médio. Nos dois dias os estudantes estão sendo testados nas disciplinas Matemática e Língua Portuguesa.

Publicidade

Gestores escolares, coordenadores pedagógicos, orientadores e professores das unidades estudantis estão participando da aplicação das avaliações. Técnicos das Diretorias Regionais de Educação (DREs) também estão acompanhando as provas.

Os alunos da Escola Estadual Santa Fé (região Sul de Palmas) não perderam a oportunidade de testar os seus conhecimentos. Segundo a coordenadora pedagógica da unidade, Áurea Matos Glória, a adesão dos estudantes nos dois turnos está sendo satisfatória. Ela esclarece que no início do ano os discentes já haviam sido submetidos a uma avaliação diagnóstica para medir o nível de aprendizado e as carências.

Outro aspecto destacado pelos educadores da Escola foi o envolvimento dos pais no acompanhamento e na mobilização dos alunos, o que resultou na presença da maioria durante os dois dias de avaliação. Além disso, os adolescentes aproveitaram a oportunidade para entrar no ritmo do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que se aproxima.

A estudante Nágela Regina Souza Santos, 17 anos, cursa a 2ª série do ensino médio na Escola Estadual Santa Fé. Para ela, a avaliação é importante porque mede o que aprendeu até agora e também as dificuldades causadas pela pandemia. “A forma de estudo estava difícil, mas acho que consegui acompanhar. O meu resultado vai mostrar isso”, completou.

Saeto

Os resultados do Saeto contribuem para as escolas verificarem em quais conteúdos os alunos estão com bons resultados e em quais estão com dificuldades, desenvolvendo assim ações para superar estas dificuldades dos estudantes. Essas ações estão de acordo com os objetivos propostos pelo programa Recomeçar, que pretende sanar os impactos provocados pela pandemia, como a perda de conteúdos, desequilíbrio emocional e a evasão escolar.

(SECOM/TO – SEDUC)

-- Publicidade --