Polícia Militar Ambiental conscientiza visitantes da 17º edição da Agrotins

quarta-feira, 10 de maio de 2017 às 09:54
126 Visualizações
[smartslider3 slider=37]

Iniciou na manhã dessa quarta-feira, 10, a 17º edição da Feira de Tecnologia Agropecuária do Tocantins (Agrotins), em Palmas, que segue até o dia 13 de maio. Na feira, o Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA) mantém um stand institucional, no pavilhão central, para orientar os visitantes sobre a preservação ambiental.

O stand do BPMA tem como foco a educação ambiental por meio da conscientização de adultos e crianças. No local, os visitantes podem conferir a exposição de animais silvestres e aves taxidermizados (empalhados) como a coruja, sagui, surubim, raposa, tamanduá, entre outros. Além de redes e arpões usados na pesca predatória.

Publicidade

Segundo o comandante do BPMA, o tenente-coronel Sólis Araújo Souza, essa é a terceira vez que a corporação participa da Agrotins, por considerar uma importante forma de conscientização ambiental.

“A participação da PM na Agrotins é muito importante, pois podemos realizar o trabalho de conscientização para um público mais abrangente, já que a feira recebe milhares de visitantes. Sendo assim, uma vitrine para exercemos nosso papel de educar a população quanto à pesca predatória, queimadas e questões relacionadas ao meio ambiente”, destacou o coronel.

No stand da PM, os visitantes recebem ainda um livro em quadrinhos com páginas de colorir para a conscientização das crianças sobre a preservação do meio ambiente. Esse material foi feito em parceria com a Usina Hidrelétrica de Lajeado (UHE). Os visitantes poderão visualizar ainda, por meio de apresentação de slides, imagens de apreensões de patrulhamento ambiental e atividades do BPMA.

Para o visitante, Lucas Fontenele, de 22 anos, o stand da Polícia Militar Ambiental contribui muito na preservação do meio ambiente. “É fundamental a promoção que a PM tem feito para incentivar a preservação da nossa fauna e flora”, disse.

17º Edição da Agrotins

Com cerca de 650 expositores agrícolas, do agronegócio, concessionárias de veículos, instituições bancárias, cooperativas e stands institucionais, a 17º edição, segundo o Governo do Estado, tem a expectativa de movimentar cerca de R$ 600 milhões de reais. Durante os cinco dias de feira são esperados ainda cerca de 100 mil visitantes que poderão participar de palestras, seminários, além de conferir a exposição de máquinas e produtos agrícolas.

(SECOM/TO)

-- Publicidade --

Comentários no Facebook