Tocantinenses podem denunciar ao MPTO quem furar a fila na vacinação contra o coronavírus

segunda-feira, 25 de janeiro de 2021 às 10:34

TOCANTINS – A notícia de que em vários locais do Brasil pessoas não inclusas no grupo prioritário para imunização contra a covid-19 receberam as primeiras doses da vacina levou o Ministério Público do Tocantins a ampliar seus canais de comunicação para que os cidadãos possam denunciar eventual desrespeito à ordem de vacinação no estado.

Além de chamadas gratuitas pelo telefone 127, foi disponibilizado o e-mail [email protected] e um número de WhatsApp (63) 99100 2720, destinados a receber não somente informações sobre a irregularidade na aplicação da vacina da covid-19, mas outras situações, como por exemplo, a falta de atendimento médico.

Publicidade

De acordo com o procurador-geral de Justiça Luciano Casaroti, a população pode ajudar a fiscalizar a regularidade da imunização e, por esse motivo, o Ministério Público se preocupou em ampliar os meios para o encaminhamento dessas informações. “Todas as ocorrências recebidas nos canais de comunicação serão processadas e devidamente apuradas. Se constatado algum ilícito, os responsáveis serão acionados judicialmente e responsabilizados”, declarou.

(MP-TO)

-- Publicidade --