Como Aprender a Dizer Não (Sem Sentir Remorso)

segunda-feira, 8 de julho de 2019 às 10:08
Foto: Divulgação

*Por Juan O’Keeffe

A sua agenda anda muito cheia?

Não é só a sua. A de muitos de nós está dessa maneira. Lotada. Falta tempo pra fazer tudo que queremos.

Mas você já identificou de onde surgem tantos compromissos?

Provavelmente verá que um dos maiores motivos dessa situação é a sua incapacidade de dizer não ao que lhe pedem.

Você está com um caminhão de trabalho que o chefe passou e chega aquele colega camarada e pede pra você dar uma forcinha em algo que ele precisa fazer.

Chega em casa, precisa arrumar a bagunça, fazer comida, cuidar dos filhos e o vizinho pede uma ajuda pra arrumar a tv.

Você está a um mês trabalhando horas extras sem parar e ao mesmo tempo chega um ex-professor pedindo para você apresentar um trabalho na sala de aula dele. Claro, não pode fazer essa desfeita. Tem que aceitar.

Nesse final de semana que você queria descansar, alguém da família pediu pra dar aquela forcinha lá na obra da casa.

Se a sua realidade tem qualquer semelhança com essa, é de se imaginar por que você anda estafado.

Temos uma tendência a aceitar tudo o que os outros pedem nosso auxílio.

O problema é que muitas vezes isso vem em detrimento do nosso próprio bem-estar. Por isso, pode ser que tenha chegado o momento de investigar se já não está na hora de dar um basta.

Mas você já parou pra pensar por que você tem medo de dizer não para os outros? Muito provavelmente é porque você não quer parecer rude, decepcionar a outra pessoa e estragar a relação e isso gera remorso.

Mas não precisa ser assim. É possível dizer não de forma respeitosa de forma que, se do outro lado estiver uma pessoa sensata, entenderá sem problemas e irá levar numa boa.

O fato é que precisamos de tempo para nós. Para relaxar, colocar a cabeça em ordem. Isso necessariamente passa às vezes por ter que negar o pedido de alguém.

Não quer dizer se tornar uma pessoa egoísta que só pensa em si e nunca oferece ajuda aos outros. Mas sim, alguém que sabe equilibrar seus compromissos e não assumir mais do que pode dar conta.

Aqui vão algumas dicas para ajudar aprender a dizer não.

1) Estabeleça limites

Por exemplo, você pode estabelecer um limite de que horário de trabalho é horário de trabalho. Sem interrupções para questões pessoais exceto emergências.

Assim, se alguém vem pedir para você dar uma mão em algo pessoal, você pode dizer que depois do trabalho pode dar uma atenção, mas que agora não tem como.

Um outro limite pode ser não aceitar ficar numa relação onde haja desrespeito, por exemplo.

Os seus limites são você que determina. Mas uma vez estabelecidos fica mais fácil de controlar. Pode definir até onde permite que as pessoas se aproximem e a partir de quando passou do ponto e está na hora de dizer que passou da linha.

2) Cuidado em querer agradar a todos

Um dos motivos que as pessoas não sabem dizer não é que querem ser vistas como uma pessoa “legal”. Alguém bacana e agradável para os outros.

Passa pela cabeça: “Não posso dizer não. O fulano nunca mais vai gostar de mim. ”.

Tudo certo em querer ser uma pessoa bacana. Mas isso vai até o ponto que você é tão legal que as pessoas começam a abusar da sua vontade.

Aí tá na hora de colocar um freio nisso e começar a olhar um pouco mais para você reestabelecendo esse equilíbrio.

Assim você também conseguirá separar as pessoas que estão realmente precisando de ajuda daqueles que apenas querem se aproveitar da sua boa vontade.

3) Defina valores e prioridades

Se ética é um dos seus valores pessoais e alguém vem lhe propor uma oportunidade de negócio que você julga antiética, é hora de dizer não.

Pode ser a pessoa mais próxima de você. Mas está indo contra seus valores.

Prioridades também devem servir para este propósito.

Vamos dizer que 18hs é a hora de pegar seu filho na escola.

Se alguém pede para você fazer alguma coisa nesse horário é claro que você vai dizer não. Você tem um compromisso prioritário nesse momento mais importante que todos os outros.

Ou então vamos dizer que você queira usar o fim de semana para organizar uma papelada importante. Aí surge alguém com uma programação de final de semana para você. Não. A prioridade é outra. É preciso saber dizer não para fazer o que é mais importante no momento.

4) Fique de olho na saúde

Pessoas que ficam sobrecarregadas por tempo demais podem sofrer consequências sérias na saúde em decorrência do cansaço, stress e ansiedade.

Nessa situação é importante sentar a poeira e eliminar os excessos.

Concentrar naquilo que realmente não tem como deixar de lado.

5) Não coloque compromissos em risco

A quantidade de horas no dia é finita. Se você pegar coisas demais para fazer, em algum momento uma delas não vai dar certo. E pode ser uma muito importante pra você. Será que vale correr esse risco?

Mais do que isso, não é exclusivamente os seus compromissos que estão entrando em risco. Mas o próprio compromisso assumido também.

Pense bem. É melhor você ser honesto e dizer que não pode na hora do que assumir o compromisso e depois não conseguir realizá-lo. Aí sem que você vai deixar a outra pessoa na mão, achando que você está enrolando e com vontade de esganar você!

É o malabarista deixando cair uma bola na hora do show.

6) Saiba dizer não com educação e respeito

Uma parte do medo das pessoas em dizer não vem do fato de acharem que podem estar sendo rudes. Na verdade, isso não precisa acontecer.

É possível dizer não de forma respeitosa e gentil.

Se quiser adicionar um breve motivo para o fato de não poder assumir o comprometimento, isso pode ajudar também.
Por exemplo, você pode dizer qual é o outro compromisso importante que irá tomar seu tempo.

Assim a pessoa perceberá e não irá encarar como desrespeito ou má vontade.

Quer compartilhar esta imagem? Posicione o mouse ou dedo no centro da imagem e escolha sua rede social preferida.

Se você está com tantos compromissos, talvez seja o momento de parar para dar uma olhada nisso e fazer uma limpeza.

Em vez de criar uma lista de afazeres, criar uma lista do que é para parar de fazer.

Precisamos saber avaliar quando nosso prato está cheio demais para estar servindo mais uma colher.

Por isso, é importante ser mais explícito ao comunicar seus limites e disponibilidade de tempo.

Não há necessidade de ter remorso. Se você não aprender a dizer não quem vai comandar a sua vida são os outros, não você.

Pode ser um pouco desconfortável no início, mas fica mais fácil com o tempo. Tenta uma vez. Tenta uma segunda vez. E de repente, vai ter aprendido e dominado.

É você que deve ter as rédeas da sua vida. Não são os outros que devem decidir onde vai o seu tempo. A vida é sua, não deles. Então quem decide é você.

Juan O’Keeffe é empreendedor, bacharel e mestre em Administração de Empresas pela PUC-RS. Escreve sobre desenvolvimento pessoal no blog evolucaopessoal.com.br.

-- Publicidade --

Comentários no Facebook