Duas pessoas são presas após derrubar árvores para atrapalhar operação da PF e ICMbio no Pará

sexta-feira, 26 de novembro de 2021 às 10:37

Resistência ocorreu durante operação Resex Legal Xentre, deflagrada pela Polícia Federal e ICMbio na cidade de Baião, nordeste do Pará.

Duas pessoas foram presas suspeitas de derrubar árvores para atrapalhar fiscalização no Pará — Foto: Polícia Federal/Divulgação

Duas pessoas foram presas durante uma operação policial de combate a irregularidades ambientais na Reserva Extrativista Ipaú-Anilzinho na cidade de Baião, nordeste do Pará.

Segundo a Polícia Federal, os detidos estavam com um grupo de pessoas que derrubou “diversas árvores” para atrapalhar a passagem de agentes federais e dificultar a fiscalização.

Publicidade

A Operação Resex Legal Xentre foi deflagrada na quarta (24) e divulgada nesta sexta-feira (25) pela Polícia Federal.

A resistência do grupo ocorreu durante vistoria da Polícia Federal junto com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMbio) no local conhecido como Anil Grande. A área pública onde fica a reserva extrativista “tem sido alvo recente de ocupação irregular”.

Os presos foram encaminhados ao Centro de Recuperação Agrícola Mariano Antunes, “onde permanecerão a disposição da Justiça”, segundo a PF, que não detalhou as idades e identidades dos presos.

Também não foi informado se algo foi apreendido,a espécie das árvores derrubadas e há quanto tempo há ocupação irregular na área fiscalizada.

(G1 PARÁ)

-- Publicidade --