Taxa de alfabetização chega a 91,2% da população no Pará

segunda-feira, 20 de maio de 2024 às 07:52
245 Visualizações
Sala de aula da rede pública estadual de ensino do Pará — Foto: Marco Santos/Agência Pará

A taxa de analfabetismo caiu de 11,7% para 8,76% no Pará em doze anos, segundo dados do Censo Demográfico de 2022, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgados nesta sexta-feira (17).

O Censo revelou que 91,24% da população paraense é alfabetizada, enquanto 8,76% não é. Em 2010, a taxa de alfabetização era de 88,3% e chegou a 91,2% em 2022, colocando o Pará em 16º lugar no ranking, entre as unidades da federação.

Publicidade

Os dados mostram que os índices de alfabetização melhoraram no Brasil em relação à última edição do estudo, em 2010. O levantamento de 2022 mostrou que 93% da população brasileira é alfabetizada.

As mulheres representam mais da metade das pessoas alfabetizadas no Pará:

  • Dos 91,24% alfabetizados, 46,66% são mulheres e 44,58% são homens.
  • Já entre os 8,76% de não alfabetizados, os homens representam 4,96% e as mulheres 3,80%.
  • A taxa de alfabetização em 2022 para a população feminina foi de 92,47% e a masculina de 89,99%.

Ranking nacional

No Brasil, o Pará aparece na 8ª colocação com a maior quantidade (em números absolutos) de população residente não alfabetizada.

Na região Norte, o Pará detém o 3º maior percentual de pessoas não alfabetizadas sobre o total da população (8,76%), abaixo do Acre 12,13%) e Tocantins (9,06%).

Cor ou raça

  • 95,51% dos paraenses que se autodeclararam como “amarelos” são alfabetizados.
  • 93,43% da população Branca paraense é alfabetizada.
  • Já a população Parda (que é maioria no Pará) tem taxa de 91,17% de alfabetizados.
  • A população Preta tem taxa de 88,34%.
  • A população Indígena do Pará apresentou taxa de alfabetização de 83,3%.

Cidades

Municípios paraenses com maiores percentuais da população local não alfabetizada:

  1. Nova Esperança do Piriá (onde 22,93% da população não é alfabetizada)
  2. Anajás (22,58% de residentes não alfabetizados)
  3. Afuá (22,02%)
  4. Garrafão do Norte (21,87%)
  5. Portel (20,55%)
  6. Cachoeira do Piriá (20,22%)
  7. Bonito (20,17%)
  8. Palestina do Pará (19,89%)
  9. Melgaço (19,88%)
  10. São João do Araguaia (19,38%).

Indígenas

No Pará, 84,74% da população indígena é alfabetizada (43.729 pessoas) e 15,26% não é alfabetizada (7.873 pessoas).

Mais da metade dos indígenas alfabetizados são homens (43,02% do total de 84,74%). O percentual de mulheres é 41,73%.

A taxa de alfabetização dos indígenas que residem no Pará é de 84,74%, sendo a 15ª maior do Brasil.

(G1 PARÁ)

-- Publicidade --

Comentários no Facebook