PC realiza Operação Integração e cumpre mandados judiciais com apoio da PM do TO e GO

segunda-feira, 15 de abril de 2019 às 08:54
Forças de segurança participam da operação integração no sudeste do estado. Foto: Divulgação / SSP

PALMAS – Visando combater o tráfico de drogas e à criminalidade em geral, a Polícia Civil do Tocantins deflagrou na sexta-feira (12), em Arraias e região, a Operação Integração, que resultou no cumprimento de mandados de busca e apreensão em endereços de suspeitos de envolvimento com a criminalidade.

A ação foi desencadeada após investigações realizadas pela Delegacia de Polícia Civil de Arraias constatarem a ocorrência de alguns conflitos entre traficantes, motivados pela disputa do controle de pontos de comercialização de entorpecentes na cidade. Dos sete mandados de buscas e apreensão cumpridos, dois são oriundos da Vara Criminal e cinco mandados são provenientes da Vara da Infância e Juventude da Comarca de Arraias.

No decorrer das ações policiais, além das ordens judiciais cumpridas em residências de supostos envolvidos com o tráfico, os policiais civis também efetuaram o cumprimento de mandado de prisão preventiva em desfavor de T. A. S. Durante os cumprimentos das ordens judiciais, foi utilizado um cão farejador para auxiliar na localização de entorpecentes.

Ao todo, foram autuados dois adolescentes em flagrante delito pela prática de ato infracional análogo ao crime de tráfico de drogas e um adolescente pelo ato infracional análogo ao crime de posse irregular de munições de uso permitido. Após a realização dos procedimentos legais cabíveis, os adolescentes apreendidos foram liberados aos responsáveis, mediante compromisso de serem apresentados na Promotoria de Justiça da Comarca de Arraias.

Já T. A. S. foi recolhida na Cadeia Pública de Arraias e permanecerá à disposição do Poder Judiciário. A operação também resultou na apreensão de munição calibre .22, além de porções de maconha.

Além das Polícias Militares do Tocantins e de Goiás, a Polícia Civil do Tocantins agradece ao Poder Judiciário e ao Ministério Público pelo apoio ao trabalho operacional desenvolvido pelo órgão de segurança na região. (Redação Voz do Bico, com informações da SSP-TO)

-- Publicidade --

Comentários no Facebook