Acampados em assentamentos do MST na região do Bico do Papagaio são ouvidos pelo DPagra

sexta-feira, 17 de maio de 2024 às 17:41
1.148 Visualizações

BICO – O Núcleo da Defensoria Pública Agrária (DPagra) da Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE-TO) está na região do Bico do Papagaio em visita a assentamentos do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) para ouvir as demandas das pessoas acampadas nesses locais.

Os atendimentos se encerram hoje, 17, com reuniões no assentamento Rio Piranhas e Terra Prometida, em São Bento Do Tocantins. A ação itinerante iniciou na quarta-feira, 15, no Carlos Marighella, em Araguatins; e nessa quinta-feira, 16, a equipe do DPagra esteve no Irmã Dorothy, em Buriti do Tocantins e no Padre Josimo, em Carrasco Bonito.

Publicidade

Coordenadora do DPagra, a defensora pública Kenia Martins Pimenta, disse que o núcleo tem como missão promover assistência jurídica para as pessoas campesinas e que, apesar de ser uma região historicamente marcada por conflitos agrários, conflitos relacionados ao acesso à terra, os atendimentos coletivos também foram para averiguar o acesso aos demais direitos necessários à vida com dignidade, como saúde, educação e segurança alimentar. “A gente considera de extrema importância a Defensoria Pública, enquanto instituição que integra o sistema de justiça, estar se deslocando até esses acampamentos porque é uma forma de reconhecer que essa população, que muitas vezes são socialmente criminalizadas, enquanto pessoas sujeitas de direito devem ter acesso aos direitos humanos tais quais como todas as pessoas”, destacou Kenia Martins.

(ASCOM DPE-TO)

-- Publicidade --

Comentários no Facebook