CRAS de Augustinópolis divulga estatísticas de serviços e atendimentos de 2019

terça-feira, 21 de janeiro de 2020 às 11:41
Centro de Referência de Assistência Social – CRAS, sediado no Bairro Boa Vista em Augustinópolis. – Foto: Divulgação/ CRAS

AUGUSTINÓPOLIS – O CRAS de Augustinópolis torna públicos na manhã desta terça-feira,  os dados estatísticos referentes aos seus três serviços básicos, que são eles: Serviço de , Atendimento Integral à Família – PAIF; Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos para crianças, adolescentes  e idosos – SCFV; e também para o Serviço de Proteção Social Básica no domicílio para Pessoas com Deficiência e para idosos –  SPSB, que podem ser visualizados no quadro abaixo, com informações também referentes a outros programas e benefícios ofertados à comunidade.

Segundo a Coordenadora do CRAS de Augustinópolis, Thânia Darc, no ano de 2019, atendimentos individuais e de grupo foram realizados 1.766 atendimentos no CRAS de Augustinópolis, mas apesar de  sabermos da importância de atender a numerosa quantidade de pessoas  dos  nossos mais diversos públicos, prezamos pela qualidade do atendimento ofertado, onde a família e o indivíduo são, inicialmente acolhidos, e uma escuta qualificada de suas necessidades é realizada e, quando necessário, encaminhados para os serviços e programas da rede socioassistencial ou para órgãos intersetoriais.

Publicidade

O CRAS é um órgão de excelência dentro da comunidade, sendo a porta de entrada da assistência social, estabelece comunicação com os mais diversos setores, na esfera comercial, empresarial e institucional, tanto na área pública quanto privada, conseguindo veicular informações atualizadas aos nossos usuários, a maior riqueza que instituição possui é o capital humano, uma equipe humanizada de profissionais, que se preocupam com o SER e não com o TER, valorizando a criança, o adulto, o idoso, não importando a raça, a cor, o credo, se deficiente ou não e, especialmente, respeitando profundamente as famílias e indivíduos, que em sua maioria, encontram-se em situação de vulnerabilidade social.

O CRAS é um lugar de convivência social, um espaço para conhecer o outro e conhecer a si mesmo, um terreno propício para a reconstrução dos vínculos interpessoais e intrafamiliares e também para garantir os direitos sócioassistencia.

(Com informações assessoria)

-- Publicidade --

Comentários no Facebook