Polícia Militar realiza visita cidadã no Colégio Estadual Buriti

quinta-feira, 12 de setembro de 2019 às 11:45
Policiais militares juntamente com alunos e servidores do colégio estadual Buriti. – Ascom PMTO

BURITI – Uma equipe de policiais militares do 9º Batalhão da PM esteve na tarde dessa quarta-feira, 11, no Colégio Estadual Buriti, município de Buriti do Tocantins, para realização de visita cidadã e palestra sobre o uso de bebidas alcoólicas e drogas ilícitas. Os militares falaram sobre maconha, crack e cocaína, violência doméstica, na escola e no transito.

A palestra contou com um público de aproximadamente 100 pessoas, entre alunos do 5º ao 9º ano, além de servidores. A PM foi representada pelos sargentos Ruy Angelo da Silva, Weskley Viana Rodrigues e o soldado Célio de Sousa Portela. Os policiais foram recepcionados pelo diretor Isaque de Sousa Almada.

Na avaliação dos militares o evento foi produtivo. PM e colégio reafirmaram a política de interação entre policia e comunidade, onde após a explanação dos assuntos e amostragem de casos via vídeos, os alunos puderam tirar dúvidas relacionadas aos assuntos abordados.

A presença da Polícia Militar na escola é ação proativa, que visa por meio do policiamento ostensivo fardado, medidas preventivas na segurança pública, a fim de evitar delitos e violações de norma de condutas por parte de alunos ou de pessoas que não integram o corpo discente. E assim, dificultar a possibilidade da praticidade de delitos no ambiente escolar.

As visitas cidadãs são ações de Polícia Comunitária. Elas integram o manual de Procedimento Operacional Padrão (POP) usado pela Polícia Militar, e vêm sendo desenvolvidas em toda a área de atuação do 9º Batalhão de Polícia Militar (9º BPM), comandado pelo tenente-coronel Weslley Dias Costa.

Visita cidadã

De acordo com o POP, a visita consiste no ato do policial deslocar-se às residências, às escolas, às igrejas, aos estabelecimentos comerciais ou a outro local de interesse da Segurança Pública, a fim de colher informações, captar necessidades e repassar as orientações necessárias ao incremento da segurança, além de se integrar de maneira proativa na vida social da comunidade, instigando a sociedade na busca de seus anseios.

(ASCOM/PMTO)

-- Publicidade --

Comentários no Facebook