Vereadores augustinopolinos retomam assentos na Câmara e revogam portaria e despacho do presidente

terça-feira, 14 de janeiro de 2020 às 12:14
Dos 11 vereadores, 9 se fizeram presente na sessão, Marcos Alencar assim como o vereador Cícero Moutinho não compareceram. – Foto: Paulo Palmares/ VB

AUGUSTINÓPOLIS – O primeiro ato dos vereadores de Augustinópolis na manhã de terça-feira, 14, após abrirem a sessão presidida pelo vereador Ozeas Teixeira, foi colocar em votação a revogação da portaria 004/2020 que decretou o recesso e o despacho suspendendo a sessão de cassação do prefeito Júlio Oliveira.

Tanto o despacho quanto a portaria tiveram aprovação de 9X0, uma vez que o vereador Marcos Alencar assim como o vereador Cícero Moutinho não se fizeram presente. Após a votação foi franqueado a palavra ao advogado Fábio Alcântara, defensor do prefeito.

Publicidade

Disse que a peça processual era sui generis. “Uma turbulência que nunca se viu nesta cidade. Afrontando tudo que se entende como processo legal. Aqui, foi imposto e perpetrado a mais absoluta arbitrariedade”.

Foto: Paulo Palmares/ VB

O advogado finaliza pedindo o deferimento de impedimento do atual presidente da Câmara de presidir qualquer ato ou julgamento contra o prefeito Júlio Oliveira, o que foi aprovado por unanimidade.

Logo em seguida a sessão foi suspensa e cinco minutos depois os vereadores voltaram colocando em apreciação e votação o processo 003/2019, originado pelo denunciante Claudenor Pereira.

(Redação Voz do Bico)

-- Publicidade --

Comentários no Facebook