A função “soneca” do celular não faz bem para a sua saúde: entenda

segunda-feira, 10 de junho de 2019 às 17:23
Cochilar após o toque do despertador pode confundir o corpo, fazendo com que substâncias sejam liberadas e a pessoa fique com mais sono (Foto: Pixabay)

Dormir ou tirar uma soneca?A maioria de nós provavelmente utiliza a função soneca em nossos despertadores em algum momento de nossas vidas. Apenas mais alguns minutos debaixo das cobertas, com um tempinho para reunir nossos pensamentos e começar o dia, certo?

Esse cochilinho parece inofensivo, mas pode não fazer bem para a sua saúde. Para começar, é importante entender por que estamos usando o botão soneca: para muitas pessoas, isso pode sinalizar um problema significativo em sua relação com o sono. Foi demonstrado que um sono deficiente está associado a vários distúrbios de saúde, incluindo pressão alta, problemas de memória e até mesmo controle do peso.

Sou especialista em dor facial e tenho estudado extensivamente o sono e como ele afeta nas condições dolorosas do organismo. Com alguns testes, descobrimos que muitos dos nossos pacientes com dor crônica também sofrem com distúrbios do sono.

Como é uma noite de sono normal?
Se alguém está cansado quando o alarme dispara, é útil usar o botão soneca? Embora não existam estudos científicos que abordem esse tópico especificamente, a resposta provavelmente é “não”. Nosso relógio natural do corpo regula as funções através do que é conhecido como ritmo circadiano, que são mudanças físicas, mentais e comportamentais que seguem um ciclo diário — como um relógio.

A maioria dos adultos precisda dormir entre sete horas e meia e oito horas por noite. Esse período nos permite gastar o tempo adequado nos estágios do sono, classificados como sono “sem movimento rápido dos olhos” (NREM, na sigla em inglês) e sono com “movimento rápido dos olhos” (REM, na sigla em inglês).

Hipnograma — gráfico que representa estágio do sono em função do tempo (Foto: Pixabay)

Nós tendemos a passar das três etapas do NREM para o sono REM de quatro a seis vezes por noite. A primeira parte da noite consiste principalmente no sono profundo (NREM) e a última no sono REM.

Um bom sono é importante
A manutenção dessa estrutura bem definida é importante para um sono reparador e bom. Se esse processo é perturbado, tendemos a despertar ainda nos sentindo cansados ??pela manhã.

Vários fatores podem afetar os ciclos do sono. Por exemplo, se uma pessoa não está respirando bem enquanto dorme (ronco ou apnéia do sono), isso irá perturbar as sequências normais das estapas do sono e fazer com que o indivíduo acorde sem se sentir revitalizado. A qualidade do sono também pode ser diminuída pelo uso de dispositivos eletrônicos, tabaco ou álcool à noite — comer muito perto da hora de dormir também pode ser problemático.

O uso de botões de soneca geralmente começa durante a adolescência, quando nossos ritmos circadianos são alterados, fazendo-nos querer ficar acordados durante mais tempo e despertar mais tarde pela manhã. Enrolar-se na cama por nove minutos ao acionar a função soneca simplesmente não nos dará mais sono reparador. Na verdade, a atitude pode confundir o cérebro e fazê-lo iniciar o processo de segregar mais neuroquímicos que causam sono, de acordo com algumas hipóteses.

Conclusão: provavelmente é melhor definir seu alarme para um horário específico e, em seguida, levantar-se quando ele tocar. Se você estiver constantemente cansado de manhã, consulte um especialista em sono para descobrir o motivo.

*Steven Bender é professor Assistente Clínico de Cirurgia Oral e Maxilofacial da Universidade Texas A & M. 

Texto originalmente publicado no site The Conversation.

(REVISTA GALILEU)

-- Publicidade --

Comentários no Facebook