A receita para fazer bolhas de sabão gigantes, segundo a ciência

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2020 às 12:00
(Patricia Marroquin/Getty Images)

96,27 metros cúbicos é o volume da maior bolha de sabão já feita na história, de acordo com o Guiness Book. Não tem ideia do que esse tamanho significa? Imagine que é como se desse para guardar um ônibus de dois andares dentro dessa fina gaiola ensaboada.

Quem assinou a façanha foi o americano Gary Pearlman, auxiliado por duas varas de pesca unidas por uma corda. A bolha recordista veio ao mundo no dia 20 de junho de 2015, no Wade Oval Park, localizado em Cleveland, Estados Unidos. E segue sem ter sua soberania ameaçada desde então.

Publicidade

O feito alcançado por Pearlman é notável. Mas é provável que ele (ou outro desafiante a altura) conseguisse um desempenho ainda mais impressionante se repetisse a tentativa hoje. Tudo porque cientistas acabaram de chegar à fórmula definitiva para fazer a bolha de sabão gigante perfeita. A receita virou, inclusive, um artigo científico, publicado na revista Physical Review Fluids no fim de janeiro.

A combinação é simples: para 1 litro de água, basta adicionar 50 mL de detergente e outros 50 mL de álcool. Também entram na mistura uma pitada (2 ou 3 gramas) de goma guar, um espessante culinário, e a mesma quantidade de fermento em pó. O primeiro passo é juntar a goma guar e o álcool. Essa mistura, então, é incorporada à água – e precisa ser mexida por 10 minutos. Depois, vai o fermento. E aí o detergente. Com essa receita, segundo os pesquisadores, é possível fazer bolhas com até 100 metros cúbicos de tamanho. É o que cientistas da Emory University explicam no vídeo abaixo.

Para você, leitor, que quer soprar bolhas mas não deseja que elas sejam assim tão massivas, um estudo feito em 2018 reuniu outras dicas práticas. Bolhas de sabão pequeninas vivem mais tempo quando feitas com uma varinha circular de 3,8 centímetros de perímetro – e sopradas a uma velocidade de 6.9 centímetros por segundo. Ninguém disse que seria fácil.

(SUPERINTERESSANTE)

-- Publicidade --

Comentários no Facebook