Juno: NASA libera duas novas fotos da atmosfera maluca de Júpiter

quinta-feira, 21 de maio de 2020 às 14:36

A NASA revelou duas novas imagens da atmosfera bizarra do nosso favorito gigante gasoso, Júpiter, feitas pela sonda Juno.

A Juno está em órbita ao redor do maior planeta do sistema solar desde 2016, oferecendo um olhar sem precedentes de seus mistérios.

Publicidade

E, felizmente para nós e para os cientistas, ela continuará estudando o planeta, passando pertinho dele a cada 53 dias, até pelo menos julho do ano que vem.

Faixas de partículas

A primeira imagem foi capturada em 17 de fevereiro deste ano a 25.120 quilômetros do planeta, e mostra faixas de partículas que parecem neblina e se estendem acima do nível principal das nuvens de Júpiter.

Os cientistas ainda não sabem do que isso se trata, mas uma hipótese é de que as faixas sejam um subproduto de jatos conhecidos por se formarem no mesmo local.

Nuvens “pop-up”

A segunda imagem foi feita em 10 de abril deste ano e mostra a atmosfera superior de Júpiter em alta definição. Essa captura foi feita de uma distância muito próxima do planeta, de apenas 8.650 quilômetros.

Nela, é possível ver diferentes tipos de nuvens, sendo que as menores e mais brilhantes parecem “saltar” das bordas dos padrões rodopiantes, e por isso são chamadas de nuvens “pop-up”.

Descobertas

A sonda da NASA já fez 25 voos próximos à atmosfera de Júpiter.

Graças às informações coletadas por Juno, agora sabemos que os polos do planeta são afetados por ciclones de amônia enormes (do tamanho do estado americano do Texas, ou seja, 695.662 km²) e que seu interior é muito diferente do que se acreditava anteriormente.

E os cientistas garantem que ainda temos muito mais a descobrir sobre o gigante do sistema solar.

(Hypescience – MentalFlossSpace)

-- Publicidade --

Comentários no Facebook