Acusado do assassinato de ex é levado a sentença de pronúncia

sábado, 27 de maio de 2017 às 09:30
125 Visualizações

Jadeon Geová foi preso quase dois meses após o crime.

Jadeon Geová Cabral de Abreu, de 33 anos, apontado pela polícia como o mandante do assassinato da ex-namorada Naiane Reis Paixão, 27 anos, será levado a sentença de pronúncia na próxima terça-feira (30), no Fórum Henrique de La Roque. Na audiência, será decidido se Jadeon Geová será levado a júri popular.

Publicidade

Se o juiz entender que é caso de ir a júri, Jeová será sentenciado. Isso será feito, após análise de todo um conjunto probatório do caso. Se for decidido pelo júri, quem vai julgar não será o juiz e sim os jurados. A pronúncia, segundo o delegado Eduardo Galvão, visa saber se há viabilidade ou não para se levar o caso a júri.

Temendo pela soltura do suspeito, a família de Naiane fará uma manifestação, a partir das 14h, em frente ao fórum. “Estamos organizando uma manifestação com cartazes e camisetas. Não podemos deixar que ele (Jadeon) seja solto”, disse a mãe da vítima, lembrando que o menor, apontado como autor dos disparos já se encontra em liberdade.

Relembre o caso

Naiane Reis Paixão foi assassinada com um tiro no rosto, no dia 7 de outubro de 2016. Ela foi morta a 200 metros de sua casa, na 15 de Novembro, quando voltava do trabalho.

Na época foram presos um menor, apontado como autor do disparo, e quase dois meses depois a polícia conseguiu prender o ex-namorado da vítima, que estava foragido desde o dia do crime. Jadeon Geová é apontado como o mandante do assassinato e acabou confessando a participação da morte da mulher.

Ele chegou a dizer que estava conduzindo a motocicleta para o menor, no momento do assassinato. Jadeon estava inconformado pelo término do relacionamento com Naiane, com quem teve um filho. Desde que foi preso, o suspeito segue à disposição da Justiça e será ouvido na próxima sexta-feira, durante sentença de pronúncia.

(IMIRANTE)

-- Publicidade --

Comentários no Facebook