Polícia registra cinco assassinatos bárbaros em 24 horas no interior

terça-feira, 15 de maio de 2018 às 08:54
Dois casos ocorreram ontem Presidente Sarney e em Pinheiro e dois no domingo, em Santana do Maranhão e em Riachão; os casos estão sendo investigados. Foto: Divulgação

Cinco assassinatos com requintes de crueldades ocorreram no interior do estado em um intervalo de 24 horas. Somente na Baixada Maranhense foram três homicídios na manhã de ontem. Uma das vítimas foi identificada apenas como “Pé de Maconha”. Esse crime ocorreu na cidade de Presidente Sarney. A polícia informou que a vítima era usuária de droga e o corpo foi encontrado na estrada do povoado Santa Rosa com marcas de tiros, principalmente na cabeça. Guarnições da Polícia Militar foram no local, junto com investigadores da Polícia Civil, mas nada foi apurado.

A polícia registrou, também, o assassinato de um feirante, conhecido como Jacaré, em Pinheiro. A vítima levou cinco tiros quando estava a caminho da feira onde trabalhava, disparados por dois homens não identificados, que fugiram em uma motocicleta. O feirante foi levado para o Hospital Antenor Abreu, nessa cidade, mas morreu antes de ser submetido a tratamento cirúrgico.

A Delegacia Regional de Pinheiro está investigando esses dois casos como crimes de homicídio. Até a tarde desta segunda-feira, 14, não havia registro de identificação dos criminosos.

Também, ontem, a polícia registrou a morte de Edinelson Araújo, na cidade de Central do Maranhão. O corpo foi encontrado em uma área de matagal com marcas de balas. Segundo a polícia, ele é suspeito de ter assassinado um mototaxista, conhecido como Nenem, no dia 30 de março deste ano

Apreensão

Ainda ontem a polícia apreendeu um adolescente, idade não revelada, natural do Distrito Federal, na cidade de Carolina. Segundo a polícia, ele é acusado de ter assassinado a golpes de faca Adelilton Barbosa da Silva, nas proximidades da fazenda Ponta da Serra, zona rural de Carolina e ainda tentou atear fogo no corpo da vítima.

Os militares ao tomarem conhecimento do assassinato foram ao local e apreenderam o quando tentava fugir em um caminhão para o estado do Tocantins. Com ele, os policiais encontraram a arma utilizada no crime.

O menor foi levado para a delegacia de Polícia Civil de Carolina onde foi constatado que ele já responde por ato infracional de tráfico de droga, por ter sido apreendido no estado do Mato Grosso quando vinha do Paraguai com mais de 20 kg de maconha. A polícia também informou que há possibilidade de o acusado estar envolvido em outros crimes no interior do estado.

Mais mortes

No domingo, a polícia registrou um assassinato e uma tentativa de homicídio na cidade de Santana do Maranhão. Francisco de Sousa da Silva, de 23 anos, foi morto a golpes de faca por populares depois de ter desferido um golpe de facão nas costas de Francisco das Chagas Oliveira, de 34 anos, no povoado Riachão, zona rural dessa cidade.

Francisco de Sousa levou golpes de faca no pescoço, no abdômen e ainda teve um dos pulsos cortado. Enquanto a outra vítima foi levada para o hospital da cidade e ainda ontem estava internada, mas não corre mais risco de morte. Os casos estão sendo investigados pela Polícia Civil que ainda na tarde de ontem não havia conseguido identificar os acusados pela morte de Francisco de Sousa da Silva.

No povoado Flores, no município de Grajaú, uma professora, identificada apenas como Lidiane, teria matado a golpes de faca uma mulher, conhecida como Dinalva, também no domingo. A polícia informou que a causa do crime teria sido em razão de o filho da vítima ter uma relação amorosa com a professora, mas Dinalva não aprovava. As duas se encontraram mo domingo e durante uma discussão, a professora acabou matando Dinalva. O corpo da vítima foi sepultado ontem no cemitério da cidade.

(FM NATIVA)

-- Publicidade --
-- Publicidade --

Comentários no Facebook