Bandidos arrobam banco, mas não conseguem dinheiro

quarta-feira, 13 de junho de 2018 às 09:40
O banco ficou destruído devido a explosão. – Foto: Divulgação

Fato ocorreu na cidade de Santa Luzia na madrugada de segunda-feira; alarme disparou e os quadrilheiros fugiram; 11 agências já assaltadas.

Onze agências bancárias no Maranhão já foram alvo de criminosos este ano, segundo dados do Sindicato dos Bancários. A última foi a agência do Banco do Brasil na cidade de Santa Luzia, que foi arrombamento na madrugada da última segunda-feira. Os bandidos, entretanto, não conseguiram levar o dinheiro do cofre. A polícia ainda ontem estava investigando, tentando localizar os criminosos.

“O trabalho de levantamento continua sendo feito pela nossa equipe”, declarou o delegado Vitor Machado, adjunto do Departamento de Combate a Roubo a Instituições Financeiras (Decrif), órgão ligado a Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic). Ele informou que os funcionários quando chegaram ao serviço na manhã de segunda-feira encontraram um buraco na parede dos fundos da agência e algumas máquinas danificadas e alguns cabos cortados.

A agência não funcionou durante o dia e ainda foi submetida a uma perícia feita pelos peritos do Instituto de Criminalística (Icrim). A polícia teve acesso ao sistema de câmera de segurança que devem ajudar no trabalho investigativo. Em março do ano passado, essa mesma agência foi alvo de assaltantes e passou mais de 30 dias sem funcionar, obrigando aos clientes se deslocarem às cidades vizinhas para realizarem suas transações bancárias.

Alarme

Pessoas residentes nas proximidades do banco disseram que não perceberam a movimentação dos bandidos durante a noite. Eles conseguiram fazer um buraco na parede dos fundos do banco por onde tiveram acesso à parte interna. Tentaram arrombar o cofre, mas o alarme disparou obrigando-os a fugir sem levar o dinheiro. Antes de deixarem a agência, os criminosos danificaram algumas máquinas e cortaram os cabos do sistema de comunicação do banco.

(ARARA AZUL FM)

-- Publicidade --
-- Publicidade --

Comentários no Facebook