Lutadora paraense do UFC reage a assalto e deixa ladrão com rosto desfigurado

segunda-feira, 7 de janeiro de 2019 às 09:45
A paraense dominou ladrão com socos, chute e mata-leão (Foto: Reprodução/Dana White)

No último sábado (05), a paraense Polyana Viana foi vítima de uma tentativa de assalto a porta do condomínio onde mora em Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Porém, a lutadora de MMA reagiu e saiu ilesa do ato. Já o assaltante…

Polyana foi abordada por um homem enquanto ela esperar o motorista de um aplicativo de transporte. “Quando ele viu que eu tinha percebido a presença dele, ele estava bem perto de mim. Ele me perguntou as horas. Eu disse, mas vi que ele não foi embora. Então pus o celular na minha cintura. Aí me disse: ‘Me passa o celular. Não tente reagir, estou armado’. Ele pôs a mão sobre o parecia ser uma arma, mas percebi que estava maleável. Ele estava bem perto de mim. Foi quando pensei: se é uma arma, ele não terá tempo de sacá-la. E dei dois socos e um chute. Ele caiu e o detive com um mata-leão”, explicou a lutadora ao site “MMAjunkie”, Polyana, de 27 anos, estava esperando um Uber na porta do condomínio em que mora quando foi abordada pelo bandido.

Ladrão imobilizado por Polyana antes da chegada da polícia.(Foto:Reprodução/MMAjunkie)
Arma de papel usada na ação pelo ladrão. (Foto:Reprodução/MMAjunkie)

No perfil oficial de Dana White, o chefão do UFC, destacou a ação da paraense: “À esquerda está @Polyana_VianaDF, um dos nossos @UFC lutadores e à direita é o cara que tentou roubá-la”.

TRAJETÓRIA

Polyana tem 26 anos e é de São Geraldo do Araguaia, sudeste paraense. Ela soma dois combates pelo UFC. Um deles foi no evento em Belém, no qual a lutadora venceu Maia Kahaunaele-Stevenson. Em agosto de 2018, ela perdeu para JJ Aldrich por decisão unânime no UFC 227.

A ação com o bandido foi destaque em sites internacionais.

(DOL – Com informações do portal Extra)

-- Publicidade --

Comentários no Facebook