Após delação premiada, PF faz buscas para colher novas provas contra grupo criminoso no Tocantins

quarta-feira, 17 de novembro de 2021 às 10:56
Foto: PF.

TOCANTINS – A operação Troféu, deflagrada pela Polícia Federal nesta quarta-feira, 17, apura supostas irregularidades em contratos firmados pelas Secretarias de Saúde e de Infraestrutura do Estado do Tocantins durante a gestão de Marcelo Miranda. A Troféu é a continuação das operações Replicantes, Hastati e Brutus, e investiga atos de corrupção revelados em Acordo de Colaboração Premiada.

Cerca de 10 policiais cumprem hoje dois mandados de busca e apreensão expedidos pela 4ª Vara Federal no Tocantins, na cidade de Palmas.

Publicidade

O foco da operação é detalhar a estrutura de recebimento das vantagens indevidas pelo núcleo de comando da suposta organização criminosa em questão. Até o momento, os elementos encontrados apontam que houve o pagamento de propinas em espécie, que eram transportadas em envelopes até serem entregues diretamente aos chefes do grupo.

A organização criminosa é suspeita de fazer um sofisticado esquema para os vários atos de corrupção, fraudes em licitações, desvios de recursos públicos e lavagem de ativos, além de praticar atos de intimidação e tentar atrapalhar as investigações.

(Com informações da Ascom PF)

-- Publicidade --