Início das aulas presenciais da Unitins são adiadas em função do aumento dos casos da Covid-19

sexta-feira, 28 de janeiro de 2022 às 14:39
49 Visualizações

TOCANTINS – A Universidade Estadual do Tocantins (Unitins) decidiu nesta sexta-feira, 28, em reunião extraordinária do Conselho Universitário (Consuni), órgão máximo de deliberação colegiada da Universidade, por 18 votos a 07, manter para o dia 1º de fevereiro o início das aulas do semestre letivo 2022/1, porém o retorno presencial das atividades ficou adiado para o dia 14 de fevereiro. Nesse período, de 01º a 13 de fevereiro, as aulas se darão de forma remota. O Calendário Acadêmico está mantido, bem como os eventos que já estavam previstos, como a Semana Integrada, que marca o início do semestre letivo e acontece nos dias 01 e 02, e as Colações de Grau.

A medida de adiar o retorno presencial das atividades nos câmpus se constitui como mais uma ação preventiva da Universidade em decorrência do aumento de casos de Covid-19 em todo o Tocantins.

Publicidade

O reitor Augusto Rezende explica que, além da preocupação com o aumento dos casos da Covid-19 em todo o Estado, a medida também se faz necessária em função do estrangulamento dos sistemas de saúde nos municípios onde a Universidade tem câmpus. Ele observa que alguns municípios têm poucos leitos de UTI e UBS, ou mesmo não tem leitos disponíveis.

“A Universidade, entendendo a gravidade do momento, decidiu dividir com o Conselho [Consuni] esta preocupação e por maioria de votos, em deliberação colegiada, definiu-se pelo adiamento do retorno presencial, mas garantindo o cumprimento do Calendário Acadêmico que estava previsto e aprovado”, destaca o reitor reforçando que as aulas começam no dia 01º de fevereiro, próxima terça-feira, como já estava previsto, mas em formato remoto.

O Consuni é composto por representantes da Gestão, dos discentes, docentes e técnicos administrativos de todos os câmpus.

As aulas para o curso de Medicina iniciam no dia 14 de fevereiro, conforme já estava previsto.

Alunos da Unitins precisam apresentar comprovante de vacinação contra Covid-19 (Foto: Nonato Silva/Dicom Unitins)

(DICOM UNITINS)

-- Publicidade --