Instituto Indígena do Tocantins emite nota de repúdio a fala da Senadora Katia Abreu

sábado, 28 de maio de 2022 às 11:55
242 Visualizações

TOCANTINS – Esta semana circulou nas rede sociais um vídeo onde a Senadora Kátia Abreu pede aos seus seguidores e apoiadores doações de “roupas usadas, bem como lenções velhos, camisas de propagandas, roupas crianças e toalhas”,  para serem doadas a povos indígenas de algumas aldeias tocantinenses. De imediatos alguns caciques se pronunciaram confrontando a “campanha” de arrecadação da senadora. O (INDTINS) Instituto Indígena do Tocantins emitiu uma “Nota de Repúdio à fala de Katia Abreu” na tarde desta sexta-feira, 27.

Publicidade

Segue nota na integra:

Repudiamos o oferecimento “ajuda” da senadora Katia Abreu, que pediu o arrecadamento de roupas velhas aos Povos Indígenas em suas redes sociais. Seu discurso assistencialista não apaga os inúmeros ataques aos Povos Indígenas e as florestas do Tocantins. Fazendeira antes de política ela e bancada do boi legalizam o desmatamento e escondem-se em discursos falsos.

Como bem disse a Cacique Creuza Kharô, da aldeia Sol, a saúde e educação dos Povos Indígenas tocantinenses está precária e mesmo após manifestações nada foi feito! Os noves Povos do estado não têm estrutura mínima para o atendimento de saúde e nem têm escolas nas aldeias como a Constituição garante ser nosso direito.

O Povo Apinajé enfrentou um surto de Tuberculose, o Povo Karajá enfrenta falta de transporte para levar indígenas doentes, nossas lideranças são ameaçadas e nossas crianças sofrem com a alta taxa de mortalidade infantil e de suicídio em adolescentes e jovens indígenas. Onde está Katia Abreu para ajudar os Povos Indígenas com todos esses problemas?

E o ataque aos Povos originários não para por aí, o Tocantins é o segundo estado que mais desmata o Cerrado no Brasil, o território indígena do Parque do Araguaia sofre invasões e teve mais de 50 km² desmatados em 2021. O território Xerente também sofre com invasões de madeireiros ilegais e traficantes que aliciam nossos jovens indígenas. Não precisamos de caridade, precisamos de políticas públicas que protejam nossos territórios, nossa cultura e nossa vida.

Instituto Indígena do Tocantins

Em vídeo a Cacique Creuza Kharô responde ao oferecimento de ajuda da senadora:

(Ascom INDTINS)

-- Publicidade --