Profissionais do Sistema de Garantia de Direitos do Tocantins participarão de palestra sobre violência na primeira infância

quarta-feira, 14 de outubro de 2020 às 17:59
Palestra ocorre em meio à Semana Nacional de Prevenção da Violência na Primeira Infância. Imagem: Seciju.

TOCANTINS – Em alusão à Semana Nacional de Prevenção à Violência na Primeira Infância, entre os dias 12 e 18 de outubro, a Superintendência de Administração do Sistema de Proteção dos Direitos da Criança e do Adolescente realizará a 5ª palestra on-line sobre a temática com profissionais do Sistema de Garantia de Direitos de todos os municípios do Tocantins. O evento será nesta quinta-feira, 15, às 9 horas, pela plataforma Google Meet.

Com o tema Prevenção da Violência à Primeira Infância: a criança como prioridade absoluta, a palestra ministrada pela assistente social e especialista em Políticas Públicas Gilvaneide Nunes da Silva tem o intuito de estimular o diálogo e a conscientização aos representantes da Rede de Proteção nos municípios, a fim de melhorar o trabalho desenvolvido, trocar vivências e demandas que necessitam de auxílio.

Publicidade

“A primeira infância ainda é um tema pouco debatido, mas é nessa fase de zero a seis anos que tudo o que acontecer com a criança vai reverberar no seu desenvolvimento psicológico, físico, emocional até a vida adulta, por isso é necessária atenção para que ela consiga desempenhar todas as funções sociais. Esse cuidado intrafamiliar de prevenção a qualquer tipo de violência fará toda a diferença, porque a criança ainda convive muito mais com a família e, por isso, vamos levar essa capacitação junto aos municípios para auxiliar no trabalho desenvolvido com crianças da primeira infância”, considera a gerente de Promoção da Primeira Infância, Andreia das Neves Seles.

Ciclo de capacitações

Esta é a 5ª palestra on-line realizada pela Superintendência em 2020, sendo que todos os temas já abordados de modo remoto, com os municípios, fazem parte do Plano de Ação das Gerências baseadas no Plano Decenal de enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes e Plano Decenal de Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes.

“Nós tínhamos planejado essas ações com temas relacionados à área da criança e adolescente in loco, além das campanhas já instituídas e realizadas todos os anos. No entanto, devido à pandemia, precisamos readequar, surgindo essa oportunidade das palestras on-line uma vez ao mês, onde contamos com cerca de 70 a 80 representantes de diferentes municípios. Eles também sugerem temas de interesse e, com esse diálogo, temos uma boa oportunidade de auxiliar em demandas dentro da realidade de cada um e ainda trazer especialistas de todo o Brasil para capacitar e auxiliar na atuação municipal”, explica a gerente de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente, Rejane Pereira.

Rejane destaca ainda que, conforme o Plano de Ação, as gerências já estão planejando a próxima palestra, para novembro, sobre crianças desaparecidas, um tema também pouco debatido. Para participação nas palestras, a Superintendência articula, com os profissionais da Rede Municipal, e envia o link da sala de reunião um dia antes do evento.

(Secom-TO)

-- Publicidade --