UFNT define sua identidade visual após votação popular

sábado, 21 de novembro de 2020 às 12:01

Com 57,3% dos votos, a Proposta 2 foi eleita no Concurso da Identidade Visual como representante da mais nova universidade federal tocantinense, a Universidade Federal do Norte Tocantins (UFNT). Ao todo foram recebidos 83.796 votos e os interessados poderiam votar quantas vezes quisessem.  O edital com resultado final pode ser acessado aqui.

Proposta vencedora / Foto: Divulgação

A proposta escolhida por votação popular foi produzida pela acadêmica Samara Tavares Cruz, do curso de Medicina da UFT/UFNT, Câmpus de Araguaína. Agora, ficará a cargo do Conselho Superior Provisório (Consupro) da UFNT a homologação da escolha popular.

Publicidade

O concurso para escolha da identidade visual da UFNT foi realizado por meio de edital, recebeu propostas que passaram pelo crivo de oito especialistas da área no Tocantins e fora do estado, em que foram selecionadas as três melhores propostas conforme critérios de pontuação estabelecidos no edital de abertura. A votação foi aberta e online, acontecendo por meio de formulário da plataforma Google Docs, entre os dias 03 a 20 de novembro.

Justificativa da Proposta

É importante que a identidade visual de uma universidade seja responsável por carregar seus valores, sejam estes desde socioculturais até geográficos. A Universidade Federal do Norte do Tocantins tem uma história baseada na luta pela democratização do conhecimento para a região Norte do Estado, pensando nisso, tanto o brasão institucional, nas letras N e T, quanto a bandeira e a marca trouxeram como símbolo de abrangência cultural que a universidade abrigará, o grafismo ‘Òma’ do povo Karajá-Xambioá, que se localizam no município de Santa Fé do Araguaína, Norte do Tocantins.  Ao lado da pintura indígena no brasão, encontram-se as letras U e F com a coloração verde, referenciando o Norte do Estado no contexto da inserção na Amazônia Legal, revivendo sua importância.  Na parte superior do brasão, observam-se duas listras azuis que se cruzam na extremidade alta, representando o encontro dos rios Araguaia e Tocantins, que delimitam geograficamente o Norte do Estado, simbolizam a vida e marcam o início da história da ocupação e da economia de muitas cidades da região, como Xambioá e Guaraí. O rio Araguaia também delimita os municípios de Araguaína, cidade que abrigará a sede da UFNT, e Conceição do Araguaia. A fusão das listras azuis, no brasão, forma um livro cuja capa é amarelo-ouro e indica a riqueza de conhecimento que chega ao Norte do Tocantins com a criação da UFNT. No ápice do brasão e da marca e compondo a bandeira, encontram-se três flores de uma planta perene, nativa do cerrado, da espécie Bulbostylis paradoxa, conhecida popularmente como “cabelo-de-índio”. Esta planta é a única que floresce nas primeiras 24 (vinte e quatro) horas, após a queima completa da região onde se encontra no cerrado. Suas flores acima do livro trazem à marca o simbolismo da resistência do conhecimento em meio a todas as intempéries e a esperança. A base do brasão institucional, abaixo do nome por extenso da UFNT, é formada por 3 (três) tijolos justapostos, também em amarelo-ouro, representando  a riqueza que a construção e fundação de uma universidade trás para a sociedade.

A marca baseia-se na simbologia e design do Brasão institucional e para sua simplificação, os rios Araguaia e Tocantins foram representados por 2 (dois) retângulos azuis separados pelo livro de capa amarelo-ouro. Na bandeira, os 2 (dois) rios são representados por 2 (duas) listras que se encontram e que ao mesmo tempo formam uma seta que aponta para o Norte e para o livro, representando a chegada da UFNT no Norte do Estado. Na base vê-se o grafismo ‘Òma’ dos Karajá-Xambioá referenciando a cultura como a base da identidade de um povo. Ao mesmo tempo que as cores trazem os significados apresentados, fazem referência à Arara-Amarela (Ara ararauna), ave símbolo da Natureza do Estado do Tocantins.

Acompanhe todas informações sobre a transição UFT/ UFNT aqui.

(ASCOM/UFT-TOCANTINÓPOLIS)

-- Publicidade --