Acusado de matar dentista augustinopolino volta para prisão

sábado, 15 de abril de 2017 às 20:10
470 Visualizações

Três meses após a juíza plantonista da Comarca de Augustinópolis, Nely Alves da Cruz, conceder liberdade provisória para Estevão Emílio Castro Almeida, um dos acusados de participação na morte do dentista Clébio Pereira Guedes, ele está de volta à cadeia.

O Ministério Público Estadual (MPE) entrou com recurso junto a Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins (TJ-TO) logo após a decisão da juíza, pedindo para cassar a decisão do Juízo de 1º Grau, e restabelecer a prisão preventiva, o que foi acatado no último dia 4. A alegação principal do MPE é que o pedido de liberdade não poderia ser interposto no período de Plantão Judiciário. No entender do MPE há necessidade de medida extrema para a “garantia da ordem pública, da instrução criminal e da aplicação da lei penal”.

Publicidade

A prisão aconteceu na manhã de hoje, 10, na Delegacia de Polícia de Araguatins, onde ele deve permanecer preso até o julgamento.

Estevão Emílio Castro Almeida e outros dois homens foram denunciados pelo Ministério Público pela prática de homicídio qualificado, furto e ocultação de cadáver. O dentista desapareceu dia 7 de março de 2015. O corpo dele foi encontrado às margens da Transamazônica (BR-230), em avançado estado de decomposição, no dia 16 de março de 2015.

-- Publicidade --

Comentários no Facebook