PF investiga grupo suspeito de vender diplomas falsos em Araguatins

sexta-feira, 2 de julho de 2021 às 11:29
Nome da operação significa “enganadores”, “falsificadores”. Foto: Reprodução.

ARAGUATINS – A operação Falsarius, da Polícia Federal (PF), foi defragrada nesta sexta-feira, 2, em Araguatins e Araguaína, com o objetivo de investigar a comercialização e falsificação de diplomas de especialização.

Cerca de 10 policiais cumprem hoje três mandados de busca e apreensão expedidos Justiça Federal de Araguaína. Segundo apontado pela PF, ao que tudo indica, os investigados, por meio de institutos de ensino, ofereciam cursos de mestrado e doutorado e, ao final, forneciam diplomas falsos em nome de universidades localizadas no estado de São Paulo.

Publicidade

Também foi identificado que os suspeitos atuaram em outros estados, como Mato Grosso, Pará, Piauí e Maranhão. Os investigados poderão responder por estelionato e falsificação de documento público, cujas penas somadas ultrapassam 10 anos de prisão.

(Com informações da PF)

-- Publicidade --