Atuação da ATS no município de Angico é alvo de investigação do Ministério Público

quinta-feira, 9 de agosto de 2018 às 17:55
Vista aérea da cidade de Angico. Foto: Divulgação

Alan Milhomem / Voz do Bico

ANGICO – O Ministério Público Estadual iniciou investigação para apurar irregularidades nos serviços da Agência Tocantinense de Saneamento (ATS) no município de Angico. A agência tem a concessão para prestação do serviço público de abastecimento de água e esgotamento sanitário no município.

Conforme a reclamação formulada Promotoria de Ananás pelo Secretário Municipal de Saúde de Angico, Sérgio Miranda Lima, “a caixa d’água de abastecimento geral do município encontra-se em péssimas condições de uso, com rachaduras, inviabilizando a distribuição adequada de água para a população, inclusive causando danos à saúde da comunidade, em especial de crianças”.

O inquérito civil, conforme o promotor Celsimar Araújo, tem o objetivo de apurar o funcionamento dos serviços da ATS em Angico, principalmente, a conservação do sistema de distribuição de água potável. Para isso, determinou o prazo de 15 dias para o Secretário Municipal de Administração determine a realização de vistoria na caixa d’água de abastecimento pelo engenheiro civil do município e depois apresentar o laudo pericial para o MPE.

A ATS também foi notificada e, no prazo de 15 dias, deve se manifestar sobre as reclamações, inclusive indicando meios para sanar os problemas no abastecimento.

-- Publicidade --
-- Publicidade --

Comentários no Facebook