Funerária de Ananás leva corpo errado do HRAug e sepulta em Araguatins

terça-feira, 3 de agosto de 2021 às 17:21
Hospital Regional de Augustinópolis. – Foto: Magson Alves/VB.

AUGUSTINÓPOLIS – Um erro crasso aconteceu nesta terça-feira, 3, no Hospital Regional de Augustinópolis (HRAug) resultando no sepultamento errado de um corpo em Araguatins, deixando duas famílias, Polícia Penal e direção da unidade hospitalar em pânico.

A história, que seria muito engraçada se não beirasse o trágico, iniciou  com a vinda de um detento de Tocantinópolis para atendimento no HRAug na noite dessa segunda-feira, 2. Em estado grave, o paciente teve que passar por uma cirurgia e acabou não resistindo, vindo a falecer. Na mesma noite, aconteceu outro óbito no hospital, de um homem que morava em Araguatins e estava com covid-19.

Publicidade

A confusão começou por volta das 4h desta terça-feira, quando um representante da funerária Regional Pax, de Ananás, foi ao HRAug para buscar o corpo do araguatinense e levá-lo direto para o sepultamento, já que, por se tratar de óbito por coronavírus, não poderia ter velório.

Chegando ao hospital, o proprietário da funerária foi até a capela e, sem verificar a placa de identificação que estava sobre a barriga do corpo ensacado, levou para Araguatins o detento que era de Tocantinópolis. Já o morador de Araguatins estava na ala própria para pacientes que falecem com covid-19, mas o responsável pelos serviços funerários não sabia e não buscou mais informações para fazer o serviço corretamente. As informações são do governo estadual, responsável pelo HRAug. Já o dono da funerária nega o fato. Veja aqui.

Pela manhã, o diretor da Unidade Penal de Augustinópolis, que agora estava responsável pelo detento de Tocantinópolis, recebeu uma ligação informando que o corpo havia sumido da capela. Depois de investigar-se tudo o que havia acontecido, foi descoberto que o detento já havia sido enterrado em Araguatins, no lugar do outro falecido.

Após elucidado o erro, o corpo do detento foi exumado pelos coveiros de Araguatins com apoio do Instituto Médico Legal (IML) e funcionários da funerária de Ananás, sendo entregue depois à família em Tocantinópolis. O morador de Araguatins também já foi levado do HRAug e sepultado.

Um Boletim de Ocorrência foi registrado e a diretoria do HRAug informou que vai instaurar sindicância interna no hospital para apurar se há responsabilidade de algum servidor da unidade.

A Secretaria Estadual de Saúde, da qual o HRAug faz parte, emitiu uma nota sobre o caso:

Nota de esclarecimento

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) lamenta a angústia dos familiares, frente ao ocorrido no Hospital Regional de Augustinópolis. Informamos que a troca de corpos se deu pelos profissionais da funerária responsável pelo sepultamento do paciente O. L. S., que retirou o paciente D. A. M. por engano, mesmo com todos os critérios de identificação seguidos pela equipe hospitalar.

A SES destaca que a direção do Hospital colaborou com as autoridades responsáveis pelo caso e que a situação já foi resolvida, com os corpos entregues devidamente às suas respectivas famílias.

A SES declara que reforçará as orientações às unidades hospitalares geridas pelo Executivo Estadual para que situações como esta não se repitam e deixa os seus mais sinceros sentimentos às famílias enlutadas.

(Redação Voz do Bico)

-- Publicidade --