Professores de Axixá reclamam de atraso no salário de dezembro; prefeitura responde

segunda-feira, 11 de janeiro de 2021 às 17:21
Escola Municipal Osvaldo Reis. Foto: Arquivo/VB.

AXIXÁ – Professores da rede municipal de Axixá do Tocantins emitiram uma nota denunciando o atraso do pagamento referente ao mês de dezembro. Eles afirmam que mais da metade dos professores não foi paga pela gestão anterior e pedem um posicionamento da atual gestão. Veja abaixo a nota dos servidores e a seguir a resposta da Prefeitura de Axixá:

Vimos por meio desta, denunciar a gestão anterior da Prefeitura Municipal de Axixá do Tocantins por não ter cumprido com o pagamento do mês de dezembro de 2020 e ter saído deixando mais de 50% da folha da educação sem os devidos salários.

Publicidade

Denunciar também a atual gestão por não assumir este débito da prefeitura referente ao pagamento do mês de dezembro e não resolver a situação de crise financeira dos funcionários, preferindo reservar os repasses dos dias 10, 20, 30 para o pagamento da folha de janeiro de 2021, deixando o funcionalismo em situação de vulnerabilidade financeira. Vale ressaltar que essa dívida com salários de dezembro são de responsabilidade da prefeitura de Axixá, independentemente de quem é o gestor, e não resolver a situação já demostra falta de compromisso com as responsabilidades da prefeitura.

O funcionalismo da educação de Axixá que não recebeu o salário de dezembro de 2020 solicita uma urgente solução para o problema por parte da atual gestão.

Estes mesmos servidores que estão sem receber o pagamento de dezembro de 2020 reivindicam, também, que o sindicato da referida classe acione a Justiça para cobrar a quitação dos valores em atraso.

Assinado: todos os funcionários que não receberam o pagamento de dezembro de 2020.

O que diz a prefeitura

O ex-prefeito Damião Castro afirmou que apenas 35% dos funcionários não foram pagos na folha do mês de dezembro. “No mês de dezembro pagamos 100% o salário de novembro, 100% o 13° salário e 65% o de dezembro. Todos os anos o salário de dezembro é pago até o dia 10 de janeiro. E no final do ano não tivemos mais dinheiro para pagar, basta compararmos o dinheiro que entra na prefeitura com o que sai”, explicou.

Sobre o posicionamento da atual gestão, cobrado na nota dos professores, o prefeito Dr. Auri informou que já está conversando com o Sindicato dos Servidores em Educação de Axixá do Tocantins e com a Secretaria municipal de Educação. “A gente vai fazer um planejamento para pagar. Infelizmente se paga o salário do mês quando junta o Fundo de Participação dos Municípios dos dias 10, 20 e 30. O prefeito [anterior] juntou todos esses repasses de dezembro, que são os melhores do ano, e simplesmente não pagou os professores, escolheu alguns e pagou. Não ficou dinheiro na conta para pagar a folha de dezembro. O que nós estamos fazendo é juntando os repasses de janeiro para pagar o salário de janeiro”, disse.

O gestor também afirmou que será feito um planejamento junto com os professores e com o secretário municipal de Educação para encontrar uma forma de pagar o salário em atraso.

Vale ressaltar que a gestão anterior deixou uma quantia no caixa da prefeitura antes de fazer a transição. Porém, como esse valor estava destinado a outros fins, como construção de obras, compra de medicamentos, investimentos na área da cultura etc., não poderia ser usado para fazer o pagamento da educação, por questões legais.

(Ionnara Lima – Voz do Bico)

Veja também: Damião Castro entrega Prefeitura de Axixá com quase 1,5 milhão de reais em caixa.

-- Publicidade --