Em Esperantina, família acusa vereador de invasão de domicílio e tentativa de homicídio

terça-feira, 22 de janeiro de 2019 às 16:11

Redação Voz do Bico

vereador Cassio. Foto: Paulo Palmares/ VB

ESPERANTINA – A família de Ronildo de Oliveira acusa o vereador de Esperantina José Cassio dos Santos, mais conhecido como Cassio, de ter invadido a casa e tentado matar Ronildo. O caso aconteceu na última sexta-feira (18). Segundo relato da irmã da vítima publicado em uma rede social, o vereador tentou matar o irmão dela, quase acertou o sobrinho de seis meses de idade e ainda teria jogado o carro contra o pai da vítima. O vereador nega as acusações, mas confirmou que foi na casa de Ronildo.

Publicidade

Em contato com o Portal Voz do Bico, a irmã da vítima relatou o caso. “Na sexta-feira ele bebeu e invadiu a casa do meu irmão, que já tava dormindo. Ele invadiu já com a faca na mão e ainda cortou o braço do meu irmão e não matou o bebezinho dele de seis meses porque ele meteu uma cadeira no meio. Aí quando ele saiu, jogou o carro para cima do meu pai, tentando contra a vida do meu pai”, relatou Ray Oliveira, irmã de Ronildo.

A irmã da vítima disse, ainda, que a família tentou registrar um Boletim de Ocorrência na Delegacia da Polícia Civil de Esperantina, mas o estabelecimento não estaria funcionando. Ainda segundo Ray Oliveira, a mulher de Ronildo procurou a Delegacia de Augustinópolis para registrar o B.O, porém não conseguiu e foi informada que esse procedimento deve ser feito em Esperantina.

Procurado pelo Portal Voz do Bico, o vereador Cassio confirmou o caso, mas negou a versão apresentada pela família de Ronildo. Conforme o parlamentar, ele estava na casa de um compadre com algumas pessoas, inclusive a mulher de Ronildo, que chegou depois procurando pela esposa e teria começado uma briga com ela.

“Ele começou a brigar com a mulher dele e eu não disse nada. Depois ele começou a “aloprar” pro meu rumo. Aí eu peguei uma cadeira para me defender, mas não aconteceu nada. No outro dia eu fui lá na casa dele para conversar com ele. Mas quem começou a procurar conversa foi ele, eu nem dirigi a palavra pra ele. A história foi essa”, relatou o vereador.

Ainda segundo Cassio, houve o desentendimento entre ele e Ronildo, mas não tinha criança nem o pai de Ronildo no meio. O vereador garante que após essa situação, não houve mais nada entre ele e Ronildo. Por outro lado, a família da vítima se diz ameaçada e reclama do descaso da polícia, que até o momento não interviu no caso.

O Portal Voz do Bico entrou em contato com a Secretaria de Segurança Pública para saber sobre o funcionamento da Delegacia de Esperantina, mas até o fechamento da matéria não obtivemos resposta.

Vereador Cássio de Esperantina Tocantins tentou matar meu irmão Ronildo em Esperantina do Tocantins, dentro da própria…

Posted by Ray Oliveira on Monday, January 21, 2019

-- Publicidade --

Comentários no Facebook