Governo inicia entrega de cestas básicas em cinco cidades do Bico do Papagaio

quarta-feira, 15 de julho de 2020 às 09:08
Foto: Secom/TO.

TOCANTINS – O governo do Tocantins, por meio da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (Setas), iniciou, nessa terça-feira, 14, mais uma etapa de entrega de cestas básicas adquiridas por meio de recursos oriundos de emendas parlamentares de deputados estaduais. Até sexta-feira, 17, a previsão é atender 8.400 famílias em 29 municípios.

Esta etapa incluirá os municípios de Abreulândia, Aguiarnópolis, Araguacema, Araguaína, Augustinópolis, Caseara, Campos Lindos, Carmolândia, Colméia, Colinas do Tocantins, Cristalândia, Dois Irmãos, Divinópolis, Guaraí, Ipueiras, Itaporã, Mateiros, Miracema, Monte Santo, Nazaré do Tocantins, Nova Rosalândia, Paraíso do Tocantins, Pindorama, Porto Nacional, Presidente Kennedy, Sandolândia, Santa Rosa, Riachinho e Sítio Novo do Tocantins.

Escolas e assentamentos rurais

Publicidade

De acordo com o secretário executivo da Setas, Tiago Costa, ainda nesta semana o governo do estado, em ação conjunta entre equipes da Setas, Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins) e Secretaria de Educação, Juventude e Esporte (Seduc), realiza também distribuição e entrega de cestas básicas para famílias nos assentamentos rurais e escolas da rede municipal.  “Serão distribuídos um total de 14 mil kits, contendo alimentos e itens de higiene, sendo destinados para famílias de assentamentos rurais na região de Araguaína, entregues pelo Ruraltins. O Governo vai atender também alunos da rede municipal de ensino nos municípios do Bico do Papagaio, por meio da Seduc”, explica Tiago Costa.

Transparência e controle

O governo também informou que os processos referentes às aquisições e aos contratos realizados no contexto da pandemia estão disponíveis no Portal da Transparência pelo endereço http://www.transparencia.to.gov.br. Para consultá-lo, o cidadão pode acessar na página principal a aba azul (Consulta Contratos Emergenciais), e a aba verde (Gráficos dos Empenhos e Pagamentos), e informar-se sobre todos os trâmites.

É importante ressaltar que compras diretas, ou seja, sem licitação, estão autorizadas pela Lei Federal n° 13.979/2020 – de enfrentamento à Covid-19, somente para atender a situação emergencial provocada pela pandemia. Legislação federal e estadual referente a este contexto está disponível para consulta no site da Controladoria-Geral do Estado.

(Secom/TO)

-- Publicidade --

Comentários no Facebook