MPE instaura inquérito para apurar omissão do Estado em realizar cirurgia de paciente prescrita há cinco meses

quinta-feira, 14 de março de 2019 às 11:56
Hospital Regional de Augustinópolis. Foto: Paulo Palmares/ VB

Redação Voz do Bico

AUGUSTINÓPOLIS – O Ministério Público Estadual instaurou inquérito para apurar possível omissão do Estado do Tocantins em realizar a cirurgia de um paciente que está prescrita desde setembro de 2018. Ivaldo Ferreira Gomes tem prescrição médica para cirurgia de retirada da vesícula desde 28 de setembro de 2018, mas o procedimento ainda não foi realizado.

“O procedimento está no Sistema de Regulação da Secretária Estadual de Saúde do Estado do Tocantins e o paciente vem sentindo fortes dores decorrentes da doença, tendo inclusive se internado várias vezes no Hospital Regional de Augustinópolis, inclusive com registro neste ano de internação”, relata a promotora Ruth Viana na portaria de instauração do inquérito.

A promotora também determinou que sejam oficiados o Secretário Estadual de Saúde, Renato Jayme, e o Secretário Municipal de Saúde, Gedeão Alves Filho, para que prestem informações sobre a situação do pedido de cirurgia médica pleiteada por Ivaldo Gomes.

Depois de receber a documentação sobre o caso, a promotora deve tomar as medidas cabíveis, que pode até resultar em processo de improbidade administrativa.

-- Publicidade --

Comentários no Facebook