5ª Delegacia de Polícia Civil restitui aparelhos celulares aos legítimos donos

sábado, 29 de abril de 2017 às 09:25
192 Visualizações
[smartslider3 slider=30]

A Polícia Civil, por intermédio da 5ª Delegacia de Polícia Civil de Palmas realizou, na tarde desta sexta-feira, 28, a devolução aos legítimos proprietários de 11 aparelhos celulares, que haviam sido roubados ou furtados e foram recuperados pela PC, nas últimas semanas, na região sul da capital.

 

Publicidade

Conforme o delegado Evaldo de Oliveira Gomes, titular da 5ª DPC, a maioria dos aparelhos foram roubados, mediante emprego de arma de fogo, em Taquaralto e nos demais bairros que integram a área de circunscrição da 5ª Delegacia. “Após o registro das ocorrências, iniciamos as investigações e conseguimos identificar as pessoas que estavam de posse dos objetos roubados, as quais foram autuadas pelo crime de receptação culposa, e os respectivos processos encaminhados ao Juizado Especial Criminal”, ressaltou o delegado.

 

Os aparelhos celulares, de várias marcas e modelos, foram periciados e, logo após, devolvidos aos verdadeiros donos. Somente em 2017, a Polícia Civil, através da 5ª Delegacia recuperou, na região sul da capital, 41 aparelhos celulares, todos restituídos aos proprietários. Na ocasião da devolução dos aparelhos, o delegado Evaldo de Oliveira fez um alerta à população, quanto aos procedimentos que devem ser adotados em caso de se ter o aparelho celular furtado ou roubado.

 

“É importante que todo cidadão se conscientize de que a primeira atitude a ser tomada após ser vítima não só de roubo ou furto de celular, mas também de outras modalidades criminosas, é ligar para o telefone 190, e informar às autoridades policiais para que seja realizado o patrulhamento ostensivo pela Polícia Militar ou Guarda Metropolitana a fim de recuperar o bem subtraído. Todavia, se o objeto roubado não foi recuperado, é imprescindível que a vítima compareça a uma Delegacia de Polícia Civil, munida do número de série do aparelho, no caso o IMEI, para que possamos realizar as investigações, visando a recuperação do bem roubado”, pontuou.

(SSP/TO)

-- Publicidade --

Comentários no Facebook