Polícia Civil desarticula ponto de venda de drogas e prende mulher por tráfico

sábado, 8 de junho de 2019 às 12:48
Objetos de origem ilícita recuperados pela Polícia Civil em Xambioá . – Foto: Delegacia Xambioá

XAMBIOÁ – A Polícia Civil do Tocantins, por intermédio da Delegacia de Xambioá, deflagrou no fim da tarde de quinta-feira (6), naquele município, mais uma ação de combate à criminalidade, que resultou na desarticulação de um ponto de venda de drogas e na prisão de uma mulher suspeita de tráfico de drogas na cidade.

Conforme o delegado José Antônio da Silva, responsável pelo caso, o alvo da operação era um indivíduo de 47 anos, contra quem pesavam diversas denúncias de tráfico de drogas e receptação de objetos de furto. Com base nas investigações realizadas, a autoridade policial representou, junto ao Poder Judiciário, por um mandado de busca e apreensão na residência que, em tese, estaria sendo utilizada como ponto de venda de entorpecentes.

De posse da ordem judicial, os policiais civis da DPC de Xambioá foram até o imóvel, na tentativa de conformar as suspeitas. No entanto, ao perceber a chegada dos policiais, o indivíduo, que estaria traficando drogas no local, conseguiu fugir. Na residência ficou somente a companheira do investigado, uma mulher de iniciais D.S.S, de 30 anos, que foi presa em flagrante delito por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

No interior do imóvel, os policiais ainda encontraram 44 (quarenta e quatro) pedras de crack, certa quantia em dinheiro trocado e muitos objetos sem comprovação lícita, como aparelhos celulares, pen drives, TV, aparelhos e caixas de som, ferramentas, dentre outros.

Outro elemento que reforça a suspeita de que os investigados estavam, de fato, usando a própria casa como ponto de venda de drogas, foi o fato de que durante o período de cerca de uma hora e meia em que os policiais civis permaneceram no local realizando buscas, seis usuários de drogas chegaram ao local à procura do investigado, todos eles portando dinheiro em pequenas quantias, variando de R$ 5,00 a 60,00 reais, possivelmente para adquirir droga.

Após serem detidos, os usuários foram conduzidos à Delegacia de Polícia, onde prestaram informações e foram liberados pela autoridade policial.  D.S.S também foi conduzida à sede da Delegacia de Xambioá e, após a realização das providências legais cabíveis, foi recolhida à Unidade Prisional Feminina de Babaçulândia, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

A Polícia Civil do Tocantins reitera seu compromisso com a sociedade tocantinense no intuito de continuar empreendendo esforços para que os investigados pela prática de qualquer tipo de crime recebam do Poder Judiciário, as sanções penais por infração à lei, promovendo Segurança Pública e Paz Social.

(SSP/TO)

-- Publicidade --

Comentários no Facebook