Suspeito de matar homem com um machado e queimar o corpo é preso em Guaraí

sexta-feira, 9 de junho de 2017 às 10:32
250 Visualizações
Suspeito colaborou com a PC e levou os agentes até o local do crime. – Foto: PC/Divulgação

Marcos Antônio Coelho de Sousa, idade não informada, foi preso ontem em Guaraí, a 173 km de Palmas. Conforme a Secretaria de Segurança Pública (SSP), ele é o principal acusado pela prática do crime bárbaro que chocou a comunidade da cidade. Sousa é suspeito de ter matado Nilcélio Lino Maia. 
 
A investigação da 5ª Delegacia Regional de Guaraí começou na última quarta-feira, quando partes de um corpo carbonizado foi encontrado. A SSP informou que após colher depoimento, os policiais civis identificaram o suspeito em potencial, já que ele  teria sido o último a ser visto em companhia da vítima.
 
Prisão 
 
Após encontrar o suspeito, a polícia constatou que havia um mandado de prisão em aberto contra Sousa por ter descumprido o regime semi-aberto. Ao ser levado para a delegacia, Sousa confessou o crime e  se prontificou a colaborar com as investigações. Ele levou os agentes até uma fazenda na zona rural de Guaraí, onde estava o resto do corpo e indicou onde estavam os objetos relacionados aos fatos. Sousa foi levado à Cadeia Pública de Guaraí. 

 
Crime
 
Conforme o relato do suspeito, ele trabalha com a vítima na fazenda na madrugada da terça-feira, quando se desentenderam enquanto bebiam juntos. Sousa esperou Maia ir dormir e o atingiu com a vítima com golpes de machado na cabeça. Posteriormente,  ele colocou  fogo ao corpo de Maia, que estava deitado em uma rede. Após o crime, o suspeito fugiu em uma moto. Sousa foi levado à Cadeia Pública de Guaraí.

Publicidade

(JORNAL DO TOCANTINS)

-- Publicidade --

Comentários no Facebook