Poda de árvores ornamentais em Axixá suscita acusação de crime ambiental

sexta-feira, 12 de abril de 2019 às 18:00
Foto: Divulgação

Redação Voz do Bico

AXIXÁ – Podas em arvores e plantas ornamentais, principalmente em espaço público é coisa comum e necessária, no entanto, podas ocorridas nesta quinta-feira (11) na praça Joaquim Baltazar da Silva, centro de Axixá do Tocantins, suscitou acusações de crime ambiental contra a gestão do prefeito Damião castro.

Publicidade

O vídeo, encaminhado pelo advogado Remy Soares de Carvalho à redação do Portal Voz do Bico, diz que o fato é no mínimo “polêmico” e que a informação que tinha recebido era que tudo seria “arrancado pela raiz”, para logo em seguida dizer que se trata de “crime ambiental”, e finaliza dizendo “que é lamentável” e que as imagens irão para a história.

Outro lado

O Portal Voz do Bico entrou em contato com a Prefeitura de Axixá pedindo esclarecimento sobre o tipo de serviço que estava sendo realizado na praça. O secretário de Meio Ambiente, Givanildo Raimundo de Paula, disse o contrário. “Não houve crime ambiental nenhum. Houve apenas podas das árvores que fazem a cobertura. Podas de rejuvenescimento de copa”, afirmou o secretário no vídeo.

O secretário também disse que a cobertura estava muito suja e havia a possibilidade de ser, inclusive, moradia de animais peçonhento podendo causar “transtorno para população”. Givanildo também garante que não houve derruba de árvores e todo o manejo de poda e limpeza foram feitos de acordo com as recomendações técnicas.

-- Publicidade --

Comentários no Facebook