Polícia Civil investiga dois moradores de Darcinópolis por descumprimento de medida contra o coronavírus

quinta-feira, 28 de maio de 2020 às 15:33
Polícia chama a atenção para o cumprimento das medidas de isolamento. Foto: Divulgação/SSP-TO.

DARCINÓPOLIS – Na última quarta-feira, 27, a Polícia Civil lavrou um Termo Circunstanciado de Ocorrência contra dois moradores de Darcinópolis por descumprimento de medida sanitária destinada a prevenir a propagação do novo coronavírus.

A cidade está em lockdown decretado pela prefeitura até o dia 6 de junho e acumula nesta quinta-feira, 28, 110 casos confirmados do vírus, ficando em terceiro lugar no Tocantins, atrás apenas de Araguaína (1.392 casos) e Palmas (498).

Publicidade

Segundo o delegado titular da 31ª Delegacia de Polícia, em Darcinópolis, Romeu Fernandes, apesar das ações de fiscalização desempenhadas pelas forças policiais do estado, são muitas as denúncias de infringência do isolamento social por pessoas suspeitas ou contaminadas pelo vírus, o que vem despertando a atenção das autoridades locais.

O delegado informou que a pena para quem desobedece a medida sanitária é de até um ano de detenção, podendo ser aumentada em um terço se o agente for funcionário da saúde pública ou exercer a profissão de médico, farmacêutico, dentista ou enfermeiro.

A Polícia Civil orienta a população a não sair de casa, salvo nos casos das pessoas que trabalham em atividade essencial, para buscar atendimento de saúde ou para comprar alimentos ou medicamentos.

(Ascom SSP – Adaptado)

-- Publicidade --

Comentários no Facebook