Prefeitura de São Bento diz que FPM foi retido para pagar dívidas da gestão passada

quinta-feira, 21 de janeiro de 2021 às 11:36

SÃO BENTO – A Prefeitura de São Bento do Tocantins afirma que a principal fonte de receita da cidade, o Fundo de Participação dos municípios, foi retida pelo governo para pagar dívidas, juros e multas da gestão passada.

Assim, o dinheiro não poderá ser utilizado para custear novos projetos. Ainda segundo a prefeitura, as dívidas são previdenciárias da Guia de Recolhimento do FGTS e de Informações à Previdência Social (GFIP) que deveriam ter sido pagas em 20 de dezembro de 2019. Neste mês de janeiro, foram pagos R$ 31.561,29 de multas e juros, e R$ 251.249,15 de dívidas, totalizando R$ 282.810,44, diz o prefeito Paulo Wanderson.

Publicidade

“Essa situação, além de ser muito preocupante, compromete o planejamento para o início da gestão, pois todo esse recurso deveria ser usando nas primeiras ações. Outro fato que causa preocupação é que essas dívidas previdenciárias comprometem a aposentadoria dos servidores, uma vez que está sendo descontado dos salários e não está sendo repassando para o INSS”, explica.

Imagem: Divulgação/Prefeitura de São Bento do Tocantins.

Agora, o município está realizando um levantamento de todas as dívidas e buscará renegociar o pagamento para evitar maiores prejuízos. O prefeito comunicou que fará ajustes nas despesas de custeio da administração para que possa pagar as despesas e projetos que já estavam previstos.

(Voz do Bico – Informações: assessoria)

-- Publicidade --