Proerd forma mais de 160 alunos da rede pública em Augustinópolis

quarta-feira, 20 de junho de 2018 às 12:04
0
A formatura foi realizada na quadra do Colégio Estadual Manoel Vicente de Sousa. Foto Alan Milhomem / Voz do Bico

Alan Milhomem / Voz do Bico 

AUGUSTINÓPOLIS – O Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) realizou a formatura de 163 alunos do 5º ano da rede municipal de ensino de Augustinópolis. A solenidade de formatura foi realizada na manhã desta quarta-feira (20) na quadra do Colégio Estadual Manoel Vicente de Sousa e contou com a presença de pais, alunos e autoridades.

Durante as atividades do Programa, os alunos receberam ensinamentos de como evitar o uso das drogas e a violência entre os estudantes. Em uma ação conjunta entre a Polícia Militar, escolas e família, o Proerd buscou orientar e ajudar os mais de 160 alunos a reconhecer as pressões e as influências diárias que contribuem ao uso de drogas e à prática de violência, além de desenvolver habilidades para resisti-las.

Em Augustinópolis, as aulas foram ministradas pelo tenente da PM Vágner Vila Nova, que recebeu uma homenagem do coordenador estadual do Proerd, capitão PM Leonardo, pelo pioneirismo e trabalho desenvolvido a frente do programa em toda a região do Bico do Papagaio.

Durante a solenidade de formatura, três alunas foram premiadas por terem feito as melhores redações sobre os aprendizados durante as aulas do programa. Em primeiro lugar ficou a aluna Vitória Soares da Escola Municipal Alfredo Paulino. A segunda colocação foi de Esther Morais Nascimento da Escola Municipal Boa Vista. Em terceiro lugar ganhou a aluna Natália Lima Pereira, estudante da Escola Pequeno Príncipe.

Um dos momentos mais esperados da formatura foi a chegada do Leão Daren, mascote do Proerd. Veja como foi:

O coordenador estadual do Proerd, capitão Leonardo, destacou que o principal legado do programa no Tocantins é a educação para as crianças, que passam a ter consciência que podem ter uma vida tranquila, saudável, realizar seus sonhos e sem envolvimento com nenhum tipo de violência ou drogas. “Hoje a sociedade de Augustinópolis passa a ter cidadãos mais preparados para lidar com a vida, com as pressões da vida. Essas crianças foram capacitadas, preparadas para dizer não as drogas e serem pessoas muito mais pacíficas nessa sociedade tão violenta”, afirmou.

Para o prefeito Júlio Oliveira, a parceria entre a PM e as escolas para a realização do projeto é muito importante não só para os alunos, mas para toda sociedade augustinopolina que passa a ter alunos e cidadãos mais preparados para combater a violência e não entrar no mundo das drogas. “Vocês são o futuro do Brasil e multiplicarão os conhecimentos adquiridos em sala de aula. A prefeitura e a Secretaria de Educação estão sempre de portas abertas para esses projetos”, disse.

O comandante do 9º Batalhão de Polícia Militar (9º BPM), major W. Costa, reforçou para os alunos a importância de respeitar os pais, fugir das drogas e sempre contar com PM, que é parceira de todos e só garante uma segurança pública eficiente com a ajuda da população. O promotor de Justiçada Comarca de Augustinópolis, Paulo Sérgio, também ressaltou a importância do programa como uma ação preventiva de combate as drogas e reforçou a importância da educação na vida das pessoas. “Continuem estudando, fujam do mundo das drogas e tenham fé que o caminho de vocês será de conquistas, vitórias e engrandecimento para nossa sociedade”, orientou Paulo Sérgio.

Também participaram da solenidade a secretária municipal de Educação, Renata Sousa, o comandante da 2ª Cia da PM de Augustinópolis, capitão Rondinele Martins, além de professores e coordenadores das cinco escolas que receberam o programa nesta etapa.

-- Publicidade --
-- Publicidade --

Comentários no Facebook