Programa Escola Jovem em Ação amplia atuação no Bico do Papagaio

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018 às 17:35
Márcio Vieira / Governo do Tocantins

AUGUSTINÓPOLIS – O Programa Escola Jovem em Ação ampliou a atuação no Bico do Papagaio em 2018 e passou a ofertar ensino em tempo integral em mais uma cidade da região. Depois do Centro de Ensino Médio Darcy Marinho, em Tocantinópolis, agora é a vez do CEMVS Colégio Estadual Manoel Vicente de Sousa passar a ofertar o ensino médio em tempo integral. Nessa primeira etapa, apenas os alunos da primeira série do ensino médio serão beneficiados.

A expectativa é que até 2020 o ensino integral seja expandido para toda escola. Por enquanto, os alunos das 2ª e 3ª séries permanecerão no regime regular, assim como os alunos matriculados nos cursos técnicos de Enfermagem e Informática integrados ao Ensino Médio.

Para a implementação do programa, uma equipe da escola passou por formação para conhecer na íntegra as metodologias de êxito que serão implementadas a partir de agora na rotina escolar. Uma equipe do programa também esteve no CEM Manoel Vicente e apresentou os principais pontos desse nosso modelo. Os professores também devem passar por formação para se adequarem as metodologias do programa.

A escola de Augustinópolis também já recebeu três kits de laboratórios básicos que servirão de base para as aulas práticas de Química, Física, Biologia e Matemática. Também deve receber mobiliário para refeitório e recurso para aquisição de utensílios de cozinha. O prédio também passará por melhorias e ampliações.

Segundo a Secretaria Estadual de Educação (Seduc), o objetivo do programa é implementar o ensino médio em tempo integral, promovendo a mudança curricular e estrutural nas unidades educacionais. Para isso, as áreas de conhecimento são trabalhadas, junto aos jovens, de maneira diferenciada, despertando a capacidade de transformar sonhos em projetos de vida.

Além disso, de acordo com a secretaria, os alunos têm acesso às salas de aula temáticas, aulas práticas, disciplinas eletivas e estudos dirigidos, tudo com o intuito de prepará-los tanto para o ingresso na universidade quanto para o mundo do trabalho. O foco da Escola Jovem em Ação é o sucesso dos alunos por meio da melhoria no desempenho estudantil e da promoção do protagonismo juvenil.

De acordo com a Seduc, outro objetivo é colocar o Tocantins como uma referência em educação em tempo integral. Para implementação da nova proposta, a secretaria conta com a parceria de três instituições: Instituto de Corresponsabilidade pela Educação (ICE), Instituto Sonho Grande e Instituto Natura.

Escola Jovem em Ação

O Escola Jovem em Ação é o nome dado no Tocantins ao Programa de Fomento à Implementação de Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral, uma iniciativa do governo federal em parceria com os estados que têm como objetivo implementar o ensino médio em tempo integral. Cerca de 2 mil alunos do Tocantins estão sendo beneficiados com o piloto.

Fazem parte do programa as escolas: Colégio Estadual Rui Barbosa, Centro de Ensino Médio (CEM) Paulo Freire, CEM Benjamim José de Almeida (Araguaína); Colégio Estadual Professora Joana Batista Cordeiro (Arraias); CEM Presidente Castelo Branco (Colinas); CEM Antônio Póvoa (Dianópolis); CEM Oquerlina Torres (Guaraí); CEM Bom Jesus (Gurupi); CEM Dona Filomena Moreira de Paula (Miracema); Colégio da Polícia Militar de Palmas; Escola Estadual Madre Belém (Palmas); CEM Darcy Marinho (Tocantinópolis); e agora o CEM Manoel Vicente de Sousa em Augustinópolis. (Redação Voz do Bico, com informações da Seduc)

-- Publicidade --
-- Publicidade --

Comentários no Facebook