Riachinho: professores da rede municipal deflagram greve geral por tempo indeterminado

terça-feira, 9 de abril de 2019 às 17:50
Os professores tiveram redução salarial de cerca de R$ 800 nos últimos dois anos. Foto: Divulgação

RIACHINHO – Os profissionais da rede municipal de educação de Riachinho deflagraram greve nesta terça-feira (9) em protesto contra a desvalorização da categoria, retirada de benefícios e não concessão de reajustes salariais durante a atual gestão. Os professores garantem que a greve é por tempo indeterminado.

Conforme os grevistas, desde 2017 são feitos cortes de benefícios que ocasionaram redução salarial. Eles dizem que a prefeita, Diva Ribeiro, alega que os benefícios como o reajuste anual da data-base e o plano de carreira foram concedidos de forma ilegal nas gestões anteriores.

Publicidade

A presidente da regional de Araguaína do Sindicato dos Trabalhadores em Educação, Rosy França, disse que a gestora nunca enviou nenhum projeto à Câmara Municipal para regularizar a situação e professores tiveram redução salarial de cerca de R$ 800 nos últimos dois anos.  Além disso, o Sintet destaca que a prefeitura não quer dialogar com a categoria.

A Redação do Portal Voz do Bico ligou para a Prefeitura de Riachinho para saber um posicionamento sobre o caso, mas as ligações não foram atendidas.

-- Publicidade --