Secretaria de Saúde garante que não existem suspeitas de coronavírus em Augustinópolis e publica decreto em prevenção ao vírus

quinta-feira, 19 de março de 2020 às 18:37
Secretário municipal de Saúde de Augustinópolis, Gedeão Alves. – Foto: Ionnara Lima/VB.

AUGUSTINÓPOLIS – Integrantes da Secretaria Municipal de Saúde de Augustinópolis reuniram-se na tarde desta quinta-feira, 19, para deliberar sobre a situação da cidade em relação ao coronavírus. Na ocasião, foi esclarecido que não há casos suspeitos de Covid-19 (doença causada pelo vírus) em Augustinópolis.

O prefeito Júlio Oliveira esteve presente, pedindo que a população busque informação com cautela para evitar a disseminação de notícias falsas. “É perigoso, mas não precisamos estar em pânico”, disse, referindo-se ao coronavírus.

Publicidade

Nesse mesmo dia, a prefeitura publicou um decreto com várias ações preventivas, como suspensão de atividades educacionais, esportivas e festivas, além de feiras livres, até o dia 5 de abril de 2020.

Grupos mais vulneráveis, como idosos, crianças, gestantes e portadores de doenças crônicas devem ter cuidado ainda maior.

Por enquanto, as normas constituem apenas recomendações ao setor privado. No entanto, à medida em que a pandemia de Covid-19 for aumentando, haverá cada vez mais restrições.

Durante a reunião, foi reforçado o apelo à comunidade para que todos permaneçam em casa pelo maior período possível, para evitar os primeiros casos de contágio. É recomendado evitar qualquer tipo de local com mais de 10 pessoas.

O secretário municipal de Saúde, Gedeão Alves, explicou que Augustinópolis adota as mesmas medidas recomendadas pelo Ministério da Saúde e que o município está desenvolvendo um plano de contingenciamento baseado nas atitudes já adotadas pela Secretaria de Saúde do Estado, fazendo as adaptações necessárias para o município.

Fake News

Algumas notícias falsas em relação ao coronavírus em Augustinópolis foram disseminadas recentemente pela internet. Uma delas afirmava que uma enfermeira que chegou de São Paulo há alguns dias, mas nem sequer havia apresentado sintomas da doença.

Ela estava presente durante a reunião e falou que a notícia falsa causou-lhe grande incômodo, bem como à sua família. “A gente precisa ter muita atenção, muita cautela com o que vai dizer”, comentou.

(Redação Voz do Bico)

-- Publicidade --

Comentários no Facebook