Seminário discute infecções sexualmente transmissíveis e hepatites em Augustinópolis

quinta-feira, 6 de dezembro de 2018 às 11:25
Foto: Paulo Palmares / VB

Alan Milhomem / Portal Voz do Bico 

AUGUSTINÓPOLIS – Comunidade, profissionais da saúde e estudantes discutiram, durante dois dias, as IST/AIDS e Hepatites Virais em Augustinópolis durante a VI Seminário realizado pela Secretaria Municipal de Saúde. Com o tema Comunicação, Juventude e a Família, o evento contou com palestras, oficinas e realização de testes rápidos nessa terça-feira (4) e quarta-feira (5).

A abertura do evento foi marcada pela apresentação de uma peça teatral do Grupo de Teatro Okajo, de Imperatriz, que divertiu a plateia e alertou para os perigos de se manter relações sexuais com diversos parceiros e não usar preservativos. Conforme a organização, o evento foi um momento de explanação e orientação sobre os temas relacionados as infecções sexualmente transmissíveis.

Nessa quarta-feira (5), foram realizadas quatro oficinas com temas relacionados às IST/AIDS. A oficina Caderneta Saúde do Adolescente reuniu profissionais da saúde e foi ministrada pelos enfermeiros Paulo César e Jorndânia Soares. Afetos e Educação para Sexualidade foi o tema da oficina voltada para professores da rede municipal de ensino. A psicóloga Maria Adenilda e a enfermeira Sônia Maria Neri comandaram a formação.

Voltada para adolescentes e o público em geral, a oficina Redes de Produção de Saúde foi ministrada pelos enfermeiros Maikon Chaves e Catilena Silva e apresentou os cuidados com a sexualidade e principais locais de atendimentos para adolescentes. Também voltada para o público jovem da cidade, foi ministrada a oficina Sexualidade Vivendo a Adolescência pela enfermeira Renata de Sá e a bióloga Lilian Natália.

As ações de mobilização sobre a prevenção ao HIV, AIDS e outras IST, começaram no dia 1º de dezembro com a realização do 5ª do Passeio Ciclístico Pedalando Contra as IST/AIDS. No dia 2, houve panfletagem na feira coberta de Augustinópolis. As ações são em alusão ao Dia Mundial contra a AIDS, celebrado no mundo inteiro em 1º de dezembro.

Os eventos contam com o apoio da Vigilância Epidemiológica, Núcleos Ampliado de Saúde da Família (NASF), Secretaria de Meio Ambiente e Saneamento, Universidade Estadual do Tocantins (Unitins) e Centro de Educacional Santa Rita (CESRT).

-- Publicidade --
-- Publicidade --

Comentários no Facebook