Conselho de Segurança busca recursos para implementar videomonitoramento em Tocantinópolis

sábado, 1 de setembro de 2018 às 09:05
Foto: Divulgação

TOCANTINÓPOLIS – O Conselho Comunitário de Segurança Pública de Tocantinópolis (Conseg) realizou, durante toda esta semana, visitas aos comerciantes, empresários, bancos e instituições da cidade com o intuito de conseguir recursos para a implementação do videomonitoramento em Tocantinópolis.

Conforme a diretoria do Conseg, o valor inicial do projeto é R$ 100 mil reais e com alguns ajustes poderá ficar em torno de R$ 80 mil. Com o sistema de monitoramento, o Conselho pretende instalar câmeras de vídeo em vários pontos estratégicos da cidade.

Publicidade

“O videomoniotoramento é atividade desenvolvida por um conjunto de equipamentos que captam imagens e a transmitem em tempo real para uma central de monitoramento para serem gerenciadas. Permite a vigilância eletrônica de vários locais ao mesmo tempo com um número reduzidos de operadores”, ressalta o Conseg.

Com o videomonitoramento, tanto o Conselho de Segurança como a Polícia Militar esperam reduzir os índices de criminalidade em Tocantinópolis e um aumento na recuperação de veículos roubados, além de uma maior resolução de ocorrências ao usar as imagens como provas.

No Tocantins, várias cidades já aderiram ao projeto de videomonitoramento. Os municípios de Lagoa da Confusão, Xambioá, Miracema e Palmas são exemplos de locais onde o projeto já está em funcionamento. No Bico do Papagaio, a cidade de Augustinópolis já colhe bons resultados com o projeto. Os índices de criminalidade diminuíram, principalmente, os assaltos a bancos.

-- Publicidade --