Equipe de Bombeiro Civil de Augustinópolis se mobilizam para ação humanitária no Rio Grande do Sul

quinta-feira, 9 de maio de 2024 às 15:52
1.318 Visualizações
Foto: Divulgação/ Ascom PMA

AUGUSTINÓPOLIS – Em resposta à crise humanitária desencadeada por chuvas torrenciais no Rio Grande do Sul, uma equipe composta por oito membros de Bombeiros Civil de Augustinópolis, sendo seis homens e duas mulheres, estão se preparando para uma missão especial de resgate. Com habilidades especializadas em operações de resgate em áreas de difícil acesso, a equipe se voluntariou para oferecer apoio vital em meio à calamidade que assola o estado.

A magnitude da catástrofe no Rio Grande do Sul tem sido avassaladora, com milhares de pessoas enfrentando condições extremamente precárias. O número de mortos ultrapassa a marca de 100, enquanto cerca de 136 indivíduos continuam desaparecidos. Mais de 232,1 mil pessoas foram deslocadas de suas casas, e estima-se que mais de 1,476 milhão tenham sido afetadas pelos efeitos devastadores do desastre.

Publicidade

Diante desse cenário de emergência, o apoio prestado pela equipe de Augustinópolis é crucial. Sem hesitar, os membros da equipe se voluntariaram para embarcar nessa missão humanitária, sabendo que enfrentarão desafios complexos e perigos iminentes. Com uma passagem de ida e sem previsão de retorno, eles partirão hoje, 9 de maio, de Imperatriz com destino a Florianópolis, onde serão recebidos por uma equipe da defesa civil.
A prefeitura de Augustinópolis demonstrou seu apoio incondicional à iniciativa da equipe, fornecendo os recursos necessários para facilitar sua partida e garantir que estejam adequadamente equipados para enfrentar as condições adversas que encontrarão durante a missão.

Ao se dirigirem para o sul do país, os bombeiros civis de Augustinópolis carregam consigo não apenas suas habilidades técnicas, mas também um espírito de solidariedade e comprometimento com o bem-estar dos afetados pela tragédia. Suas ações altruístas representam um exemplo inspirador de como a união e a compaixão podem oferecer esperança mesmo nos momentos mais sombrios.

(Ascom PMA)

-- Publicidade --

Comentários no Facebook