Governo do Tocantins faz lançamento oficial do projeto Foco no Fogo 2024 e anuncia investimentos

quarta-feira, 22 de maio de 2024 às 09:23
388 Visualizações
O secretário Marcello Lelis e a secretária-executiva da Semarh Mônica Avelino entregam certificado de reconhecimento do projeto Foco no Fogo. – Foto: Washington Luiz/Governo do Tocantins

O Tocantins inicia o período de estiagem e temperaturas mais elevadas, com 22 municípios percorridos e mais de 4 mil pessoas alcançadas na primeira etapa do projeto Foco no Fogo. O Governo do Estado antecipou no mês de abril, por intermédio da Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) e instituições parceiras do projeto Foco no Fogo e do Comitê do Fogo – Comitê Estadual de Combate aos Incêndios Florestais e Controle de Queimadas no Tocantins, o início das ações do plano de prevenção contra as queimadas ilegais, com o trabalho de educação ambiental nas escolas e a partir do mês de maio, com a retomada das visitas de sensibilização nas propriedades rurais.

Representando o governador Wanderlei Barbosa, o secretário da Semarh Marcello Lelis lançou oficialmente nesta terça-feira, 21, o projeto Foco no Fogo 2024, que neste ano tem a meta de alcançar até 80 municípios e a partir de agora, intensifica o trabalho de prevenção com as visitas nas áreas rurais e urbanas dos municípios. Na ocasião, o secretário Marcello Lelis e a secretária-executiva da Semarh, Mônica Avelino, entregaram ao comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar do Tocantins, Coronel Ornelas, o certificado de reconhecimento do projeto Foco no Fogo como espaço socioeducativo participante do projeto Salas Verdes do Ministério do Meio Ambiente e Clima.

Publicidade

O secretário Marcello Lelis destacou que, “em abril, ainda chovia e nós já estávamos executando a primeira fase do Foco no Fogo, com as equipes  nas escolas em 22 municípios, onde alcançamos mais de 1.500 alunos. Hoje [21], lançamos oficialmente o Foco no Fogo 2024, que já soma 1.772 pessoas alcançadas com ações como palestras, cursos, blitzes educativas, entre outros; além das mais de 1.600 pessoas também já alcançadas nas primeiras 330 propriedades rurais visitadas no mês maio. Neste ano, a meta do Foco no Fogo é superar as 22 mil pessoas alcançadas no ano passado nos 67 municípios e percorrer até 80 municípios nesta edição. Esse é um projeto fortíssimo, que recebeu neste ano o reconhecimento do Ministério do Meio Ambiente e Clima através do projeto Sala Verde. Esse não é um mérito da Semarh, nós conseguimos esse feito juntos, pois só podemos vencer as queimadas se todos trabalharmos o nosso máximo e unidos”.

“Na fase de combate efetivo que se aproxima, através do nosso programa de carbono, o REDD [Redução de Emissões de Gases de Efeito Estufa por Desmatamento e Degradação] vamos assinar uma transferência de recursos ao Corpo de Bombeiros Militar do Tocantins na ordem de R$ 3 milhões, além do aporte com recursos do Fundo de Recursos Hídricos na ordem de R$ 1 milhão e 80 mil já transferido e do recurso da organização não-governamental Re:wild, fundada pelo ator Leonardo diCaprio no valor de R$ 500 mil para o projeto de compra de equipamentos para as novas equipes do Corpo de Bombeiros e dará condições ainda de contratar 80 brigadistas, além dos 60 brigadistas do Naturatins [Instituto Natureza do Tocantins] que atuam nas unidades de conservação e que estarão somando forças aos 227 brigadistas do Ibama-Tocantins, bem como às equipes dos municípios, que contam com o maior programa de transferência de recursos do Pagamento por Serviços Ambientais, o ICMS Ecológico. Dos 139 municípios do Estado, 100 já assinaram o acordo com o Corpo de Bombeiros se comprometendo com a formação das suas brigadas municipais, sendo 07 integrantes no mínimo por cidade, então estamos falando de pelo menos 700 brigadistas contratados pelas prefeituras. Desta forma, teremos cerca de 1.067 brigadistas, somando forças para enfrentar a questão do fogo nesta temporada”, ressaltou o secretário Marcello Lelis.

O comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar do Tocantins, Coronel Ornelas, disse que além do envolvimento de todos os órgãos, “precisamos muito do apoio das pessoas tanto na área urbana como rural, porque sabemos que por questões climáticas e da biomassa, podemos ter muitos focos de calor.  Neste ano, serão contratados 80 brigadistas com o aporte da Semarh, sendo 10 para atuar no 1º Batalhão em Palmas, 16 em Taquaralto e Taquaruçu, 08 em Araguaína, 08 em Gurupi, 08 em Dianópolis e 06 nas demais cidades, Paraíso, Porto Nacional, Guaraí, Colinas e Araguatins. As inscrições para a seleção se encerram no próximo dia 24, em seguida teremos o teste de aptidão física e depois a documentação, a previsão é de  estarmos com as equipes prontas em meados do mês de julho”.

A deputada Estadual, Cláudia Lelis, parabenizou as equipes do Foco no Fogo e reiterou que, “essa é uma iniciativa reconhecida internacionalmente e tem obtido grandes resultados, pois trabalhando na transversalidade, atinge todas as áreas de meio ambiente. Ano passado tivemos a redução de 40% das áreas queimadas e neste ano não será diferente, estamos trabalhando para reduzir ainda mais, junto às escolas e às comunidades ribeirinhas. Hoje, com os nossos créditos de carbono, temos o mundo todo de olho no Tocantins, precisamos preservar, reduzir áreas queimadas, a degradação e ter o compromisso de zerar as queimadas ilegais. Quando falamos de meio ambiente, estamos falando de tudo, pois além da natureza, envolve as pessoas, a saúde e a qualidade de vida de todos”.

O superintendente do Comando de Ações de Defesa Civil Estadual, coronel Erisvaldo Alves, reforçou que, “as  visitas nas escolas é importante, porque no Tocantins existe a cultura do fogo e instituições de ensino estamos trabalhando os cidadãos do futuro. No entanto, vai ter incêndio esse ano, então não podemos deixar de visitar os adultos, os trabalhadores do campo, nesse segundo momento, com a visita onde teve muitos focos no ano anterior, um trabalho que já vem sendo feito e que tem trazido bons resultados, tanto é que no ano passado tivemos a redução de 40% da área queimada do Estado”.

A diretora de Educação Ambiental para a Sustentabilidade da Semarh, Erliette Gadotti, ressaltou que, “o lançamento oficial hoje [21] foi planejado, para que a partir de agora, com a estiagem, as equipes do Foco no Fogo possam se deslocar com mais agilidade tanto nas áreas rurais como urbanas e assim, intensificar a execução do plano de ação, com as visitas in loco, para superarmos o total de 22 mil pessoas alcançadas pelo projeto no ano passado e os resultados da redução de áreas queimadas”.

Nesta 6ª semana de ação, as equipes do projeto Foco no Fogo seguem para mais três municípios, sendo no dia (22) Porto Nacional, (23) Pindorama e (24) Peixe.

Parceiros

Além da Semarh, o projeto Foco no Fogo conta com o Comando de Ações de Defesa Civil; Corpo de Bombeiros Militar (CBMTO); Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins); Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA); Centro Integrado de Operações Aéreas; Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit); Ministério Público do Tocantins (MPTO); 22° Batalhão de Infantaria do Exército Brasileiro; Agência de Defesa Agropecuária do Tocantins (Adapec); Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins); Fundação Municipal do Meio Ambiente de Palmas (FMA); Guarda Metropolitana de Palmas (GMP); Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil de Palmas; Secretaria de Estado da Agricultura e Pecuária (Seagro); Secretaria de Estado da Educação (Seduc); Defesas Civis Municipais; Secretaria de Estado da Saúde (SES-TO); Agência de Transportes, Obras e Infraestrutura (Ageto); Centro de Monitoramento Ambiental e Manejo do Fogo; Secretaria de Estado da Comunicação (Secom); Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade; Federação da Agricultura e Pecuária (Faet); BP Bunge; Energisa; Prevfogo/Ibama; Tribunal de Contas do Tocantins (TCE/TO); Associação Tocantinense de Municípios (ATM); Departamento Estadual de Trânsito (Detran/TO); Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Capitania Fluvial do Araguaia-Tocantins.

(SECOM-TO)

-- Publicidade --

Comentários no Facebook