SES-TO chama atenção para o cuidado com a saúde dos jovens e adolescentes

sábado, 23 de setembro de 2023 às 09:54
539 Visualizações
 Adolescente são atendidos também pelo Programa Saúde na Escola. – Foto: Divulgação SES-TO

TOCANTINS – No dia 22 de setembro foi comemorado o Dia Nacional da Saúde de Adolescentes e Jovens. A data chama a atenção para os direitos que as pessoas entre 10 e 24 anos possuem no Sistema Único de Saúde (SUS). No Tocantins são mais de 290 mil pessoas nesta faixa etária e para reforçar a importância da data a Secretaria de Estado da Saúde (SES-TO) chama a atenção da sociedade para a promoção integral à saúde desse grupo social, em fase de grandes e importantes transformações psicobiológicas.

Para trabalhar ações de saúde efetivas a Superintendência de Políticas de Atenção à Saúde SPAS/SES-TO desenvolve diversas ações, entre elas o Programa Saúde na Escola (PSE), ações intersetoriais entre Sistema Único de Saúde (SUS) e Sistema Único de Assistência Social (SUAS) e a atenção a adolescentes que vivenciam situações agravantes como violências, acidentes e sofrimento intenso emocional. O público é acompanhado em serviços especializados da Rede de Atenção a Saúde, como o Serviço de Atenção Especializada às Pessoas em Situação de Violência Sexual (SAVIS) e os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS).

Publicidade

“Os adolescentes são acompanhados desde a Atenção Primária, através das equipes de Saúde da Família do território de residência, onde é feito o acompanhamento do desenvolvimento físico, emocional e social deste sujeito em desenvolvimento. As ações devem prever a atenção às principais demandas de saúde deste segmento populacional com a oferta de consultas, imunização, atividades grupais, disponibilização de medicamentos e recursos para a proteção contra infecções sexualmente transmissíveis, gravidez não desejada, crescimento saudável, incluindo informações responsáveis sobre sexualidade e comportamento”, explicou a gerente de Estratégias para os Cuidados Primários, Amanda Rodrigues Tavares.

A psicóloga da Área Técnica de Saúde do Adolescente/SES-TO, Viviane Souza Paiva destacou que “é fundamental educar os adolescentes e jovens, conscientizando-os para a importância de evitar hábitos que venham a ser problemas de saúde. Fortalecer a saúde dos jovens permite que eles ingressem na vida adulta com mais habilidades para servir suas comunidades de forma produtiva, estimulando o crescimento econômico. Além disso, muitos hábitos prejudiciais são adquiridos cedo na vida, e se tornam sérios problemas de saúde na idade adulta”.

 Imunização

Para contribuir com o autocuidado do jovem, uma das estratégias de saúde é a imunização deste público. Dentre ela, HPV que deve ser tomada entre 9-14 anos, em meninas e meninos entre 11-14 anos, Meningocócica C (conjugada), dose única ou reforço recomendada entre 11-14 anos e entre 11 e 19 anos, Hepatite B, Febre Amarela, Dupla Adulto (dT), Tríplice viral e a Pneumocócica 23 Valente que é indicada para população indígena e grupos-alvo específicos.

(SECOM-TO)

-- Publicidade --

Comentários no Facebook