Tocantins registra 92 postes derrubados nos três primeiros meses de 2024: média é de um por dia

quarta-feira, 10 de abril de 2024 às 14:51
1.151 Visualizações

O Tocantins registrou 92 abalroamentos de postes nos três primeiros meses de 2024. O número é menor do que o registrado no mesmo período de 2023, quando ocorreram 125 ocorrências do tipo. Mesmo com a redução de 26,4% o número ainda é preocupante, já que há uma média de 30 postes derrubado por mês e de um a cada dia somente nos meses de janeiro, fevereiro e março deste ano.

Palmas lidera o ranking de postes abalroados com 18, seguido por Araguaína com 16, e Gurupi e Porto Nacional, ambas com 4 postes derrubados no ano. Os demais ocorreram em diversos municípios do Estado. Os números foram divulgados nesta terça-feira (09/04) pela Energisa Tocantins.

Publicidade

Os acidentes além de causarem riscos para motoristas, passageiros e pedestres, também causam muitos prejuízos para a sociedade. De acordo com coordenador da Energisa, Tony Franco, os acidentes envolvendo postes e estruturas elétricas podem acarretar graves consequências tanto para o motorista envolvido, quanto para toda uma comunidade.

“Além do risco ao condutor do veículo, terceiros que também estejam no veículo e ainda pedestres, em alguns casos esses incidentes resultam na interrupção do fornecimento de energia para toda uma região, causando prejuízos para pessoas, empresas e instituições próximas ao local afetado e que oferecem serviços essenciais, como escolas ou hospitais. Dependendo da magnitude do impacto, cada colisão pode afetar o abastecimento de energia para milhares de clientes. Por isso, é de extrema importância manter sempre a atenção, para que situações como estas não ocorram”, destacou Franco.

O coordenador reforça a importância de que as pessoas tenham consciência do trabalho e dos custos envolvidos em um acidente com a rede elétrica. “O processo de instalação de uma nova estrutura pode levar de três a quatro horas em média, enquanto o custo médio da substituição do poste pode variar de R$ 3 mil a R$ 30 mil ou mais, caso haja a necessidade de substituir equipamentos adicionais, como transformadores. É fundamental ressaltar que os custos dessa substituição são de responsabilidade do responsável que causou o acidente”, explica Franco.

Dados de 2023 

Em 2023, um poste foi abalroado por dia no Tocantins, com um total de 380 acidentes do tipo. Ainda que alto, o número é 41% menor que o registrado em 2022, quando ocorreram 649 episódios de abalroamentos. O mês que teve a maior quantidade de postes danificados por veículos em 2023 foi janeiro, com 44 ocorrências em todo o Estado. No ranking de 2023 dos municípios com maior quantidade de postes abalroados, os três primeiros colocados são Palmas (incluindo a região de Taquaralto), com 99 estruturas danificadas por veículos; Araguaína, com 29; e Porto Nacional, com 25.

Dicas de segurança 

Caso você se envolva ou presencie um acidente de trânsito com poste de energia elétrica, é importante manter a calma e acionar o Corpo de Bombeiros (193) e a Energisa (0800 721 3330). Confira abaixo algumas dicas que podem fazer toda a diferença na segurança das pessoas em casos como este:

– Em situações de emergência é importante manter-se a calmo para tomar decisões seguras.

– Caso você identifique é seguro, permaneça dentro do veículo.

– Não toque no poste ou nos fios elétricos: Mesmo que pareçam inofensivos, os fios podem estar energizados e representar um risco à vida.

– Se houver água no local, ou estiver chovendo, mantenha-se dentro do veículo. Se estiver presenciado um acidente, mantenha-se afastado para evitar a condução de eletricidade.

– Espere pela ajuda especializada: Somente profissionais capacitados devem se aproximar do local do acidente para realizar os procedimentos de segurança.

– Não utilize ou toque em qualquer objeto metálico para tentar se desvencilhar do poste ou dos fios.

-? Caso veja uma colisão envolvendo postes e fios elétricos, mantenha-se afastado e entre em contato com Corpo de Bombeiros (193) e a Energisa (0800 721 3330)

– Caso presencie um acidente desse tipo, informe às pessoas próximas sobre os riscos e instrua-as a manterem distância.

– Dirija com responsabilidade e atenção, respeitando as normas de trânsito, para evitar acidentes.

(Comunicação ETO)

-- Publicidade --

Comentários no Facebook