Caravana nos Trilhos inicia atividades com mais de 2 mil atendimentos

terça-feira, 13 de março de 2018 às 14:48
Divulgação / Assessoria

MARANHÃO – O Projeto Caravana nos Trilhos deu início ao calendário de eventos do ano e já realizou 2.274 atendimentos ao longo da Estrada de Ferro Carajás (EFC). A iniciativa é da Vale e foi iniciada ano passado para levar informações sobre segurança na ferrovia, além de serviços e orientações de saúde e cidadania, palestras educativas, oficinas de educação ambiental para a geração de renda e recreação para as pessoas que vivem próximas a ferrovia.

Em fevereiro, a Caravana passou por seis comunidades distribuídas entre os municípios maranhenses de Alto Alegre do Pindaré, Anajatuba, Bacabeira, Santa Inês e Açailândia. A expectativa é que ao longo de 2018 mais de 30 comunidades no Maranhão e Pará sejam beneficiadas com o projeto.

Em cada local, uma estrutura com painéis informativos, jogos, brinquedos e mobiliários é montada em lugares estratégicos e de fácil acesso para que o maior número de pessoas possa participar das atividades. As crianças sempre marcam presença e são as primeiras a chegarem no local. Por isso boa parte da programação é pensada para elas, a exemplo dos jogos da ferrovia. Neles, as crianças recebem brindes quando acertam perguntas sobre a relação segura com a ferrovia. É uma forma de estimular o interesse e reforçar entre os pequenos as dicas de segurança que já recebem na comunidade.

Já os adultos aproveitam as oficinas de geração de renda para aprender a fazer produtos diferentes que podem ser vendidos na comunidade. Para muitos, o conhecimento adquirido representa uma oportunidade de gerar renda extra para a família. A comunidade de Tucumã, em Alto Alegre do Pindaré, foi a primeira a receber a Caravana em 2018. As oficinas foram o grande destaque do evento.

“Nunca pensei que fosse capaz de fazer tudo que fiz nas oficinas. Aprendi a fazer as presilhas de cabelo, bolsas de caixinha de leite e saber mais sobre como manter uma horta. Toda essa ação merece nota dez”, afirmou a dona de casa Adriane de Melo. As oficinas incluem ainda plantio de hortaliças, pintura em tecido, reaproveitamento de óleo para fabricação de sabão e culinária alternativa.

Todos os eventos da Caravana nos Trilhos trabalham eixos temáticos como sustentabilidade, convívio seguro com a ferrovia, investimento social, além da importância da mineração no dia a dia das pessoas. Este mês, a programação será realizada em comunidades de Bacabeira e Santa Rita, no Maranhão.

-- Publicidade --
-- Publicidade --

Comentários no Facebook